NESSE MOMENTO O BRASIL PRECISA

domingo, 24 de maio de 2015

Rousseff's criminally accused of manipulating fiscal accounts to meet targets.

Brazil's Congress members plans to file a criminal complaint against Rousseff, accusing her of manipulating fiscal accounts to meet targets.

The Brazilian General Prosecutor to investigate Rousseff for allegedly breaking the law with a series of measures from the Fiscal Responsibility Law Act 101 of May 4th, 2000, commonly recognized as "creative accounting". The government has been accused of using money from state-run financial institutions to finance the Treasury and make its end-year budget targets.

Rousseff's government has also been accused of hiding details about its fiscal accounts ahead of presidential elections. Rousseff appointed a new Economy Minister at the beginning of the year to shore up investor confidence, has also come under fire as many politicians in her party, including Rousseff's head treasurer and recently another criminal name is running towards behing federal bars, Rousseff's Pernambuco's workers' communist ruler party and senator Humberto Costa, who have criminally received $ 4.6 million dollars in scheme bribes, implicated in a corruption scandal investigation into the state-run oil company Petrobras. Rousseff's has not been named in the investigation yet, but former Petrobras executives have told investigators that construction companies paid millions of dollars in bribes to secure lucrative contracts.

Brazil's Ministry of Budget management under supplementary law act 101 establishes public finance rules enforcing responsibility in fiscal management, and other provisions.

To the President of Brazil's public, known that the National Congress decrees and I hereby sanction the following Supplementary Law:
Chapter I - Preliminary Provision.
Article 1. This Supplementary Law establishes public finance rules enforcing responsibility in fiscal management, under Title IV, Chapter II of the Brazilian Constitution. § 1st, Responsibility in fiscal management presupposes well-planned and transparent actions to prevent risks and correct deviations that may affect the equilibrium of public accounts, by compliance with revenue and expenditure results targets, observing limits and satisfying conditions regarding tax breaks, generation of personnel and social security expenditures, among others, consolidated and security debt, credit operations, including those involving revenue anticipation, guarantees issued and outstanding liabilities. § 2nd, The provisions of this Supplementary Law apply to the Federal government, the States, the Federal District, and the Municipalities. §3rd, Is applicable to the Federal Government, the States, the Federal District, and the Municipalities, the following is included the Executive, Legislative (including the Audit Courts) and Judiciary Branches, and the Attorney General’s Office and their respective direct administrations, funds, government agencies, foundations, and state-owned enterprises;
II – the States include the Federal District;
III – Audit Courts include: the Federal Audit Court, State Audit Courts and, if applicable, Municipal Audit Courts.
Article 2. For the purposes of this Supplementary Law, the following definitions are used:
I – Member of the Federation: the Federal Government, each State, the Federal District, and each Municipality;
II – controlled company: a company controlled by a member of the Federation directly or indirectly, holding the majority of its voting shares;
III – state-owned enterprise: a controlled company receiving funds from the controlling company to cover personnel, overhead, or capital expenditures, excluding from capital expenditures, those resulting from increase in shareholder´s equity;
IV – net current revenue: sum of revenues from taxes and contributions, on assets, on industrial and agricultural activities, on services, on current transfers and on other current revenues, less:
a) in the Federal Government, the amounts transferred to States and Municipalities pursuant to the Law or Brazilian Constitution, and the contributions mentioned in Article 195, item I, a), and item II, and Article 239 of the Brazilian Brazilian Constitution.

PARADA TOTAL

DIA 27 DE MAIO NÓS PRECISAMOS PARAR O BRASIL - É MELHOR PERDER UM DIA DE EMPREGO OU MESMO O TRABALHO DO QUE ENTREGAR O PAÍS PARA ESSES ANIMAIS PETISTAS ATÉ 2018. O PT PRECISA SER DERRUBADO DO GOVERNO !

O LADO NEGRO


quinta-feira, 21 de maio de 2015

MÉDICOS CUBANOS AMEAÇADOS PELA DITADURA DE FIDEL.



23/03/2015

Mais Médicos

Cuba ameaça cassar diploma de médico com parentes no Brasil


O governo de Cuba está ameaçando cassar o diploma de profissionais do Mais Médicos que insistirem em manter seus familiares no Brasil. Outra forma de pressão tem sido reter em Cuba o médico que sai de férias (e que precisa obrigatoriamente gozá-las na ilha). Ele só poderá retornar ao Brasil se, antes, o parente voltar para a ilha. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Há uma semana, o jornal revelou que o governo cubano ameaçava seus médicos de excluí-los do programa e substituí-los por outros. Até dezembro, dos 14.462 profissionais trabalhando no Mais Médicos, 11.429 (quase 80%) eram cubanos. Não há estimativa de quantos estão com as famílias no Brasil, mas a reportagem contabilizou pelo menos 30 casos nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste.

Os médicos cubanos dizem que, quando assinaram o contrato para o Mais Médicos, foram informados que poderiam viver com suas famílias no Brasil. O artigo 18 do programa prevê a vinda de dependentes dos profissionais.

FÉRIAS

O governo brasileiro concede aos familiares dos médicos cubanos visto de permanência de 36 meses, mesmo tempo dado a eles. Porém, emissários do governo cubano têm dito aos médicos que o contrato prevê visitas, não moradia. Mas, como o documento não estipula prazo para as visitas, isso abriu brecha para que se estendam.

Segundo os médicos, já existem profissionais retidos na ilha. "Temos uma colega que trabalha em Rondônia que saiu de férias e seu marido ficou [no Brasil]. Ela tinha que ter regressado no início de março, mas o governo não deixa enquanto o marido não voltar para Cuba", relatou um deles, que atua no Norte. Outra médica, que atua no Estado de São Paulo, sofre por antecipação. Tem que sair de férias em abril, mas o marido (empregado numa fábrica) e a filha (matriculada em escola) ficarão no Brasil.

DESERÇÕES

Em reuniões com os médicos no Brasil, representantes do governo cubano têm dito que a medida é para prevenir eventuais deserções, o que já ocorre na Venezuela. Entre setembro de 2013 e o mesmo mês de 2014, mais de 700 médicos enviados por Havana para trabalhar na Venezuela desertaram, segundo a ONG americana SSF (Solidariedade Sem Fronteiras).

Até 2013, a média anual de deserções naquele país, onde atuam cerca de 30 mil médicos cubanos, era de 300. Segundo o presidente SSF, Julio César Alfonso, as principais causas de deserção na Venezuela são a crise econômica e a falta de segurança no país, onde morreram quase 70 médicos cubanos nos últimos anos. Desde 2006, os EUA receberam 8.000 médicos cubanos, de acordo com Alfonso.

Com informações do jornal Folha de S. Paulo

Shopping na Câmara dos Deputados.

Contando com o apoio da maioria dos líderes de bancadas, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), decidiu dar prosseguimento aos preparativos para a construção do chamado Anexo V. Na reunião do colégio de líderes de ontem, Cunha relatou aos colegas sobre o andamento da proposta. Ele ponderou que o arrendamento do espaço para um shopping na área próxima à Câmara é “uma das possibilidades”. Contrariado com um suposto “vazamento” de informações, Cunha também decidiu afastar o diretor do Departamento Técnico (Detec) da Câmara, o engenheiro Maurício da Silva Matta. Dos líderes partidários ouvidos pela reportagem, apenas o do PPS, Rubens Bueno, se colocou contra a expansão. Estimativas da própria mesa informam que a obra deve custar até R$ 1 bilhão.

Câmara dos Deputados/Divulgação


Segundo parlamentares ouvidos pela reportagem, Cunha quer garantir o “controle” sobre o processo que envolve a construção do novo prédio. “Ele afastou o diretor da Casa porque ele que deu aquela declaração de forma antecipada. O diretor fez uma colocação como se aquilo (a construção de um shopping por meio de PPP) fosse uma decisão final, e não é. Aquilo é uma das possibilidades”, disse o líder do PSC, André Moura (SE). Procurado pela reportagem, Matta confirmou o afastamento do cargo, mas disse que ainda não havia sido comunicado oficialmente até o começo da noite de ontem. Servidor de carreira da Câmara, Matta conversou com jornalistas sobre o tema, inclusive com o Correio, mas não forneceu detalhes sobre a proposta de parceria público-privada.

“Eu acho que a PPP é salutar, é boa. Agora, o presidente deixou claro na reunião (do colégio de líderes) que não houve nenhuma definição daquela posição, que foi colocada na imprensa, de que seria um shopping”, disse André Moura. “Nós achamos necessário que haja de fato uma ampliação do espaço da Câmara. Frente aos outros prédios públicos, o nosso espaço é bastante antigo e reduzido. E nós temos a questão de que quase 100 deputados ficam numa situação diferenciada”, comentou o líder do PMDB, Leonardo Picciani (RJ).

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

quarta-feira, 20 de maio de 2015

"Exumação Premiada"


"CPI cria Programa de Exumação Premiada. Janene aceita acordo."
(Milton Pires)

Brazil blogger known for reporting on corruption found decapitated

Evany José Metzker, who had investigated child prostitution and drug dealing, found dead five days after being reported missing. 

The decapitated body of a Brazilian blogger known for denouncing corrupt politicians has been found in a rural zone in south-eastern Minas Gerais state, police said on Wednesday.
Evany José Metzker, 67, was reported missing five days before his body was found near the town of Padre Paraíso in one of Brazil’s poorest regions.
“His hands were tied behind his back and his body showed signs of torture,” a police press officer said, adding that the murder was apparently motivated by Metzker’s recent investigations into child prostitution and drug trafficking.
Metzker’s credit cards, a cheque book and his ID card were found near his body.
The officer spoke on condition of anonymity because he was not authorised to be quoted by name. He said police were also looking into the possibility that the murder was a crime of passion. He would not elaborate.
“It was a barbaric crime that has shocked Minas Gerais and all of Brazil,” Kerison Lopes, president of the Minas Gerais Journalists Union said. “He was decapitated, scalped and tortured.”
“There is a climate of terror in the region that intimidates reporters from doing their job,” he said, adding that Metzker often received death threats.
Carlos Lauria, the senior Americas programme coordinator of the New York-basedCommittee to Protect Journalists said that at least 14 Brazilian journalists have been killed since 2011 “in retaliation for their work, making Brazil a very dangerous country for journalists”.
“Lethal violence against the Brazilian press is on the rise, impeding journalists from reporting critically on what is going on,” he said. “The level of violence [against journalists] in Brazil is unacceptably high.”

A FRAUDE NO CONSULADO BRASILEIRO

Revista revela fraude milionária no Consulado do Brasil em New York

Consulado-Geral do Brasl em NY
Nota
A Revista ISTOÉ publicou na edição nº 2372 de 15 de maio de 2015, a reportagem ‘Roubo no Itamaraty’ de autoria de Ludmilla Amaral que pode ser lida originalmente aqui, e que revela a história de uma fraude milionária no Consulado-Geral do Brasil em New York
Roubo no Itamaraty
Não é de hoje que o Itamaraty vem sendo o palco de eventos que comprometem a imagem do Brasil no Exterior. Aos casos de assédio moral em sedes de embaixadas, demonstrações de inoperância e uma sequência de greves soma-se, agora, um roubo que vem sendo praticado há pelo menos seis anos e que atinge quase US$ 1 milhão. O crime, ocorrido no Consulado do Brasil em Nova York, é investigado sob sigilo há cerca de três meses e já provocou a demissão por justa causa de três funcionários não concursados e contratados nos Estados Unidos, responsáveis pela emissão de vistos para que cidadãos americanos possam entrar no Brasil.
Para obterem o visto brasileiro, os americanos precisam pagar duas taxas. Uma pelo visto propriamente dito e outra de reciprocidade, cobrada para equiparar os valores pagos pelos brasileiros que queiram obter o visto americano. Em 2009, foi implementado um sistema para o controle da emissão de vistos e essas taxas passaram a ser lançadas separadamente. O problema é que no cadastro do turista aparecia apenas o valor desembolsado para a obtenção do visto e o sistema não acusava se a taxa de reciprocidade havia ou não sido quitada. Três funcionários antigos do Consulado em Nova York descobriram essa falha e passaram a desviar as taxas de reciprocidade. “No começo do golpe eles devem ter arrecadado cerca de US$ 5 mil por mês, mas com o tempo esses desvios devem ter chegado a cerca de US$ 1,8 mil por dia”, revelou à ISTOÉ um funcionário do Itamaraty com acesso às investigações.
O golpe nos vistos começou a ser praticado em 2009 e só foi descoberto em fevereiro desse ano, quando servidores concursados chegaram ao Consulado e perceberam que a reciprocidade não estava sendo lançada. O caso foi levado ao Itamaraty que escalou duas equipes para fazer a investigação. Descobriram que Fernando Villa Paiva, Andréa Lanna e Rogério Anildo Jost participavam do esquema. Eles foram demitidos por justa causa e devem responder judicialmente à polícia de Nova York, que foi acionada pelo Itamaraty. Durante as investigações, foi descoberto que além desses desvios os funcionários criaram empresas laranjas que ofereciam aos turistas americanos um processo mais rápido para a emissão de vistos em troca de uma terceira taxa. As investigações iniciais indicam que pode haver a participação da agência de turismo brasileira BACC Travel no esquema. Procurado por ISTOÉ, o proprietário da agência, João de Matos, negou envolvimento. “Soube do desvio, mas nós não temos nada a ver com isso”, disse. Pessoas ligadas à investigação estimam que apenas com a taxa de reciprocidade, cerca de US$ 600 mil foram desviados. Por meio de sua assessoria de imprensa, o Ministério das Relações Exteriores confirma que está sendo investigado o caso de desvio na taxa de reciprocidade, mas se recusa a fornecer mais detalhes.
O Consulado do Brasil de Nova York é o que tem o maior volume de trabalho dentre os postos brasileiros no Exterior. O caso do roubo nas taxas do visto evidencia a falta de servidores para atender a demanda. No consulado de NY há apenas um servidor concursado para trabalhar na emissão de vistos. Por isso, funcionários locais – que não possuem atribuições para o serviço – acabam fazendo o trabalho. Desde a gestão do ex-presidente Lula foram criadas mais de 800 vagas para oficiais de chancelaria e 400 para diplomatas, mas o Concurso não saiu do papel. Além desse problema, o Itamaraty se deparou na semana passada com ao menos 70 dos 227 postos do Brasil no Exterior em greve – até o fechamento dessa edição a greve ainda não havia cessado. O Itamaraty afirma que a paralisação não afetou os serviços nos postos. A garantia do pagamento auxílio-moradia é a principal reivindicação dos servidores. Nos últimos meses, alguns postos chegaram a ficar sem luz e sem água por terem atrasado o pagamento das contas. Esses cenários refletem o descaso do Palácio do Planalto com o Itamaraty e quem sofre as consequências são os brasileiros no Exterior que não encontram ajuda quando precisam.

ALTERNATIVES IN BRAZIL

Miami - FL / U.S.A
May 20th, 2015
1 - IMPEACHMENT
In today's world, as for a former trained terrorist in Havana's jungle and in deeply love with low-life criminal scumbags, douchebags, terrorist organizations and Communist Countries such: China, North Korea and fucking Russia. The well know nonsense brain wash bullshit of impeachment won't resolve the actual problems in Brazil specially with a bribe off most important branches,
including the Brazilian justice system. It will surely takes the main Cuban whore out and away from her Cuban borehole, but all the hookers, cunts, queers, faggots and democratic garbage will remain there.
2 - DEPOSITION
It is doubtful whether international law in fact allows the use of force at the request of a deposed government, even if it is democratically or constitutionally legitimate.
The deposition is often used in civil criminal matters.
3 - MILITARY INTERVENTION
A constitutional military intervention, assuming that the Brazilian Army is for the people and to the people's arms to protect and serve as first line of external and domestic defense remedy, it is a choice and right to citizens cry out for mobilization to defend them. Therefore what distinguishes a stroke of an intervention is if the action taken to defend it's own interests, political partisan or intended to respond to the citizens calls.

CHINELIZAÇÃO DA CHINA

Mais um ano de relação entre Brasil Petista e China e 2 bilhões de chineses vão dançar funk, comer estrogonofe de frango com batata palha e assistir BBC (Big Brother China)..O PT vai "chinelizar" uma civilização 5000 anos..