"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

segunda-feira, 29 de julho de 2013

A LEGITIMIDADE QUESTIONÁVEL E PROSELITISMO

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Humberto de Luna Freire Filho

O Judiciário, terceiro poder da República, torna-se a cada dia tão poder quanto os outros dois, Executivo e Legislativo. O Supremo Tribunal Federal através de seu ministro Ricardo Lewandowisk, um  subserviente funcionário do Judiciário, infelizmente que parece a serviço do Executivo, acaba  de negar liminar pedida pela Associação Médica Brasileira (AMB) contra a Medida Provisória  621/2013.

O citado ministro, atendendo interesses políticos escusos e contrários aos interesses da sociedade que lhe paga o alto salário, alega que a MP em discussão irá resolver o problema no atendimento médico à população. Quanta falta de caráter, senhor ministro!.

Em um outro órgão oficial, a Advocacia Geral da União (AGU), sob o comando do senhor Luiz Inácio Adams, pau mandado do outro Luiz Inácio, aquele crápula de Garanhuns que não desgruda do governo, deu parecer favorável à MP 621/2013, alegando que o Conselho Federal de Medicina (CFM) não tem legitimidade para contestar a tal Medida Provisória.

É verdade, senhor Adams. O senhor tem toda a razão, legitimidade para contestar a MP, teria o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC ou o Instituto Lula. não é mesmo?

Proselitismo

O Conselho Federal de Medicina (CFM) ajuizou uma ação civil pública na 22ª Vara Federal do Distrito Federal. Nela, a Advocacia Geral da União (AGU) apresentou um parecer favorável à Medida Provisória 621/13, a famigerada MP dos Médicos.

A AGU alega que o CFM não é parte legítima para questionar a medida provisória e sustenta que os médicos estrangeiros que vierem ao Brasil, não terão os diplomas revalidados só por ingressarem no programa.

Por meio dele só poderão atuar na atenção básica à saúde. Pergunto: esses "MÉDICOS" vão se identificar ao paciente como curandeiros ou como macumbeiros? Se, se apresentarem ao paciente como médicos deverão ser imediatamente presos.

O nosso Código Penal reza que o exercício da Medicina é prerrogativa única para os possuidores do diploma de médico, seja de nacionais ou também de estrangeiros após o revalida. O que estão querendo esses corruptos que tomaram conta do poder? desmoralizar ainda mais o país? Tirem as patas da medicina.

Não chegam as mortes nas ruas das grandes cidades por falta de segurança? Não bastam as mortes nas péssimas estradas brasileiras?  Procurem outra freguesia para fazer proselitismo.

A saúde não pode ser instrumento para política obscurantista.

Humberto de Luna Freire Filho é Médico - CREMESP 35.196.

Um comentário:

  1. Tânia SP
    Sempre comento os "posts" do Dr. Humberto, acredito ter lido sim (são tantos...rsrsr). Isto Dr. manda ver ai nesta PTralhada, vejam só a AGU sob o comando de Adams, este cara não tem moral nenhuma, já q ta no meio do caso "Rosegate", faça-me o favor. Agora o "Lewando" esse ai??? outro pau mandado do cachaceiro, já era de se esperar.....
    Dr. Milton, este Dr. Humberto manda ver na PTralhada, adooooooro....tem q ser assim msm, né não??, estes bandidos querem nos fazer de "boiada" acha q é só tocar o berrante, mas eles se esquecem q NÃO votamos neles e principalmente nós pensamos (eles tem horror a isso)...e temos todo o direito de NÃO aceitar a estes desmandos!!!!

    ResponderExcluir

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.