"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

terça-feira, 30 de julho de 2013

CARTA AO MINISTRO DA SAÚDE



Senhor Ministro,

Duvido que alguém saiba exatamente o que significa a expressão “entrar para a história” e duvido que alguém consiga fazê-lo de forma proposital. De certa maneira a história segue seu curso...impávida e indiferente em relação àqueles que querem “pular dentro dela”, não é? De tempos em tempos, ministro, algum médico passa a fazer parte dessa correnteza. Muitas vezes por ter feito coisas boas, como a descoberta de novos tratamentos ou medicações, e muitas outras pelos crimes que cometeu contra seus pacientes utilizando conhecimentos que deveriam ser empregados para curar ou aliviar sofrimento. Foi assim, ministro, com os médicos da Unidade 731 na Manchúria ocupada pelo Japão durante a Segunda Guerra...foi assim com os colegas alemães chefiados por Joseph Mengele ou com os médicos brasileiros que prestaram-se a auxiliar os torturadores do DOPS e do DOI-CODI, mas esses criminosos tinham uma coisa em comum:eles atentavam contra pacientes. Provocaram dor e sofrimento em pessoas reais; nunca humilharam, mesmo na sua prática perversa, a profissão em que se formaram de uma maneira generalizada. Sob certo aspecto, a grande maioria sequer era tecnicamente mau médico – eram na verdade médicos maus!
Senhor ministro da saúde, o senhor graduou-se na mesma profissão que eu. O senhor conhece bem o desespero que aflige seus colegas atualmente, não é? O senhor sabe bem a sensação que deve ter um pediatra quando assiste uma criança morrer por falta de leito de UTI...o senhor entende como se sentem os cirurgiões dentro de blocos cirúrgicos com goteiras e paredes caindo..o senhor conhece o desespero de um clínico que não dispõem da medicação mínima numa unidade de emergência..Pois bem, ministro, cabe a mim lhe perguntar: Por que motivo o senhor está fazendo isso tudo com seus colegas? Qual sua motivação em nos humilhar perante 190 milhões de brasileiros? Foi algo que nós, os médicos, lhe fizemos?
Ministro Padilha, o senhor assim como eu, fez um juramento quando se formou – dizia ele resumidamente que o médico deve respeitar sua profissão. Pegunto-lhe: O senhor não tem vergonha daquilo que está fazendo com quase 380.000 colegas? O senhor não se sente mal em apoiar esse partido de mensaleiros, de corruptos apoiadores das FARC, e de gente que odeia os médicos? Qual é, ministro, o limite da sua ambição? O governo do Estado de São Paulo ano que vem? Isso é suficiente para negar perante toda nação que precisamos de mais hospitais? Que precisamos de um plano de carreira e condições de trabalho? Sei que o senhor já atendeu pacientes, senhor ministro..Para o resto do país pode mentir; para mim não há como. Existe um conceito que o senhor aprendeu durante a faculdade de medicina – chama-se empatia! É a capacidade de se colocar no lugar do outro..de ver com seus olhos...de sentir a dor dele na sua pele..O senhor não consegue se colocar no nosso lugar, ministro?? Não consegue perceber como estão se sentindo quase 380.000 médicos brasileiros??
Hoje e amanhã faremos nova paralisação. Milhões de pacientes pelo Brasil afora vão ser prejudicados por que o senhor e seu governo não nos deram outra chance. Ponha a conta da dor e do sofrimento deles na sua consciência, ministro! Pense nisso quando for dormir pois nossa consciência está tranquila; vamos ver como fica a do senhor..
De tudo isso que escrevi, sobre uma coisa não tenho mais dúvidas – o senhor “entrou para história”. Como diz aquele seu amigo - “nunca antes na história desse país” alguém fez com a medicina aquilo que o senhor fez – trair e humilhar a profissão perante todo o Brasil de uma forma sem precedentes. Deus tenha piedade do senhor e das pessoas que vão acabar morrendo por causa dessa Medida Provisória da Morte que o senhor faz questão de apoiar..
Pode ser que um dia o senhor deixe de ser ministro; mas médico não vai ser nunca mais..


Porto Alegre, 30 de julho de 2013 AVC (antes da vinda dos cubanos)

5 comentários:

  1. Muito bem!!! e dá-lhe Dr. Milton!!!! pau neles, é assim msm, td bem q vc foi educado, mas esta corja tem q falar o linguajar dele, sei tbm q vc não vai se igualar a ele, é óbvio.
    Estes caras não tem sentimento Dr., o negócio deles é grana na conta bancária. Aqui em SP ele não entra, o Haddad entrou prq as URNAS foram FRAUDADAS, tds sabem disso e até hj ele ainda não tomou posse, pode um negócio destes??? Não sabe a que veio e nem prq está ali. É assim c/ esta corja, dane-se o povo, façam msm Manifestações, o povo está sim c/ vcs, aqui em SP já começou, é hora de união, de irmos pras RUAS, hj aqui vai ter Manifestação Saúde e Manifestação Fora Alckmim (só q esta é o PT quem quer e não o povo de SP, nós gostamos sim do Alckmin) vai ter quebra quebra, pois é, isso que eles querem, tem uns terroristas ai q já estão em SP, exatamente pra fazer isso, mas vamos enfrentá-los, aqui não!!!! Terrorista/Comunistas são covardes, é só o povo ir pra cima q eles correm.
    A mídia televisiva (aquele q passa lá no caixa do planalto, sabe?) ela provavelmente não vai mostrar a Manifestação da Saúde e sim dos vândalos, quer apostar???
    Dr. continue ai firme e forte, vou compartilhar s/ post nas redes sociais (face) posso???
    Bora aê Dr. pras Ruas.....rsrsrsrrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode compartilhar à vontade sim, meu amigo..é pra isso mesmo !

      Um grande abraço aqui de Porto Alegre,

      MP

      Excluir
    2. Dr. Milton, sou eu "Tânia SP" q postei ai as 16:15hs, novamente esqueci de colocar meu nome, é q entro como anônimo, mas gosto de colocar o meu nome, pois sou muito segura do que falo é porisso que em tds os comentários de blogs e sites, eu assino sim, é q to na profissão errada....rsrsr, deveria fazer "Ciências Políticas" ou "RI", enfim...só posto em sites bons, inteligentes, onde eu possa aprender e colaborar de alguma forma.
      Sou sua amigA Dr.Milton......rsrsrsr

      Excluir
  2. Mestre e maestro com as palavras! Brilhante! Assino embaixo!

    ResponderExcluir

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.