"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

domingo, 9 de junho de 2013

O ENSAIO GERAL DE 1905 – MOVIMENTOS SOCIAIS E GRANDES EVENTOS


Entre 1904 e 1905, Rússia e Japão envolveram-se numa breve mas violenta guerra que culminou numa das maiores batalhas navais desde Trafalgar – a Batalha do Estreito de Tsushima. Após a derrota a Rússia se rendeu mas, em 1905, o país já se encontrava à beira da Revolução. No dia 22 de janeiro daquele ano,antes  portanto da derrota no mar, uma passeata liderada por um padre dirigiu-se ao palácio do Czar. Os manifestantes não revindicavam a liberação da maconha, do passe livre nos ônibus, ou do casamento homossexual; queriam direitos como a reforma agrária e o fim da censura. Terminaram sendo massacrados num episódio que ficou conhecido como "domingo sangrento" e que deu origem à esquecida Revolução Russa de 1905. Vivendo na Suíça, um ainda relativamente obscuro militante de extrema esquerda chamou esse episódio de “ensaio geral” - seu nome era Vladimir Ilitch Lenin.

Hoje, domingo dia 9 de junho de 2013, São Paulo viu-se confrontada com baderneiros que provocaram sérios problemas à população. Desta vez diziam-se a favor do “passe livre” nos ônibus da cidade. Alguns dias atrás a questão se referia à liberação da maconha ou à marcha das vadias. Sugestão minha: não percam seu tempo acreditando que existem diferenças entre eles. Ativismo social, principalmente quando coordenado pela internet, tornou-se o novo campo de batalha destes marginais de tênis Nike e i-phone 4. A maioria sequer sabe direito o que faz ali – são adolescentes usados por criminosos adultos ricos que fingem ser adolescentes pobres.  Consta também nas páginas da web que a Agência Brasileira de Informações, a ABIN, vê com preocupação a aproximação da Copa do Mundo e das Olimpíadas aqui no Brasil, já que a oportunidade para esse tipo de gente ganhar espaço na mídia vai aumentar, e muito, nesse período.
Compreender a proliferação e o sucesso destes movimentos bem como seu “charme” nas redes sociais nos obriga a voltar no tempo: a característica fundamental na gênese do Brasil foi, e continua sendo, a eterna dissociação entre estado e sociedade. Quando desembarcaram no país em 1500 os portugueses trouxeram tudo, menos gente disposta a fundar uma nova nação. Decorre daí que, no Brasil, o Estado chegou muito antes da sociedade que deveria formá-lo. Fiz esse desvio no sentido do texto para dizer que sustento que o mesmo raciocínio pode ser aplicado aos chamados movimentos sociais e à fundação do PT .   Em outras palavras – não existem movimentos sociais que não tenham sido fundados, sustentados, e não façam (de forma consciente ou não) parte do plano de poder do PT. Arrisco, inclusive, a dizer que pouco importa se um  determinado movimento faz ou não oposição ao governo Dilma – sua simples existência lhe é conveniente quando se observam os efeitos planejados num futuro mais distante.
É urgente que o Brasil entenda que, a longo prazo, uma organização revolucionária e criminosa como o PT tem nos movimentos sociais aliados poderosos capazes de paralisar o país, fazer com que as pessoas se voltem umas contra as outras em discussões que atentam contra qualquer tipo de bom senso, e desviar a atenção pública (inclusive da imprensa) das grandes questões nacionais.
É esse, meus amigos, o grande “ensaio geral de 2013” que o PT está fazendo para as Olimpíadas e a Copa do Mundo que se aproximam – o que vem depois é revolução..

dedicado aos amigos do Clube Naval e da Marinha do Brasil,

Porto Alegre, 9 de junho de 2013 -
Dr.Milton Simon Pires –
2ºTen RNR – V COMAR - FAB
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.