"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

DOIS DIÁLOGOS SOBRE INTERVENÇÃO MILITAR E ORDEM CONSTITUCIONAL.


Para que alguém se diga "a favor da ordem Constitucional"...para que alguém se apresente "contra as medidas que rompem com o Estado de Direito"..para que alguém defenda de forma intransigente a "continuidade das formas democráticas"...é preciso que EXISTAM "ordem Constitucional, Estado de Direito e formas Democráticas"..Vejam que é ESSA em primeiro lugar, a pergunta que deve ser respondida:

PRIMEIRO DIÁLOGO:

- Você é contra a Intervenção Militar ?
- Sim, sou contra a Intervenção
- Por quê?
- Porque ela representa a "ruptura com a Constituição e com a Ordem Democrática"..o PT vai usar isso..
- Muito bem: então sua posição é de que vivemos ainda numa Ordem Constitucional e com Instituições funcionando?
- Sim, eu acredito nisso.
- Então nesse caso você TEM RAZÃO..e sua posição está, sim, justificada. As FFAA não podem intervir

SEGUNDO DIÁLOGO:

- Você é a favor da Intervenção Militar ?
- Sim, sou sim..
- Por quê? Isso não é contra a Constituição e Ordem Democrática? O PT não vai se aproveitar disso ?
- Não. Sua afirmativa não tem sentido: a Ordem Democrática acabou. A Constituição foi e está sendo rasgada. O Partido domina tudo.
- Muito bem..então nesse caso você TEM RAZÃO...sua posição está, sim, justificada. As FFAA são OBRIGADAS a intervir.

Milton Pires..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.