"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Médico cubano é afastado do cargo em Rio Pardo

Conforme a secretaria municipal de Saúde, o motivo do remanejamento seria o comportamento insatisfatório do profissional

Foto: Arquivo Prefeitura/Pedro Silva
O médico cubano Armando Batista Iribar, que atuava na Estratégia de Saúde do Jardim Boa Vista, em Rio Pardo, através do Programa Mais Médicos, foi afastado do cargo após determinação da Secretaria Municipal de Saúde. O remanejamento foi solicitado junto à comissão estadual do programa. 
 
Conforme o secretário municipal de saúde, Abílio Silva, o motivo da medida se deu em função do não cumprimento de funções por parte do profissional cubano. "Ele não cumpriu as atividades que havia se proposto a fazer. Faltava ao serviço, não comparecia em algumas consultas e os pacientes reclamaram", revela. 
 
Silva informou que já foi solicitado para a comissão do Programa Mais Médicos o envio de outro profissional para atuar na cidade. O prazo estimado para a chegada do novo médico é de 30 a 45 dias. Entretanto, caso não seja possível haver a troca, ocorrerá a abertura de uma vaga para um profissional brasileiro, conforme o secretário. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.