"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

DIARRÉIA POLÍTICA.


Milton Pires

Tenho visto, com grande frequência, uma quantidade enorme de pessoas (sem dúvida bem intencionadas), fanaticamente antipetistas, se manifestando contra a intervenção militar.
Hoje, depois de mais um depoimento de Pedro Barusco à Polícia Federal, ficou clara a participação do PT no esquema de propinas do PETROLÃO. Colocando em outros termos: o partido recebeu, sim, dinheiro da corrupção. As provas da contabilidade criminosa foram todas apresentadas por Barusco. A pergunta que fica aqui é: o que está faltando? Quanto mais nós teremos que esperar e ficarmos escutando essa conversa de que tudo precisa ser resolvido dentro da Lei?
Recentemente, o Ministro da Justiça disse que, aqueles que falam em impeachment, “estão com problemas psicológicos”. Isso sequer merece resposta séria mas serve muito bem para dar uma ideia de que tipo de relação o partido dos marginais no poder tem com a Justiça. Ninguém vê que para o PT a justiça é uma piada? Não percebem que eles não levam a sério o Poder Judiciário? Que debocham das decisões tomadas ? Lula já deixou isso claro mais de uma vez !
Quando iniciei este artigo, não era minha intenção discorrer (mais uma vez) sobre a natureza do petismo e sobre seu desprezo pelo judiciário. Eu comecei estas linhas com outra intenção: pedir, mais uma vez, para que cessem ou que mudem de tom aqueles que continuam se posicionando contra uma intervenção militar no Brasil. Vocês hão de ver que, ao final de tudo, vão implorar para que as Forças Armadas assumam o poder depois de concluírem que, com ou sem impeachment, os marginais que governam a Nação não pretendem sair do poder.
Nada mais é necessário, do ponto de vista probatório, para instauração do processo de impeachment. Até para um leigo em Direito já está claro que as provas são suficientes, que Lula e Dilma sabiam de todas as barbaridades que se faziam na PETROBRAS e que são, em última instância, os responsáveis por aquele que Marco Antônio Villa chamou de “o maior esquema de corrupção da História da Humanidade”
O PMDB, o partido mais anódino, mais oportunista e traiçoeiro, a organização mais “sem sal” e mais amorfa de toda a política brasileira tomou conta da vice-presidência, do Senado e da Câmara Federal. Esses parasitas, essas lombrigas dos intestinos petistas, estão aguardando uma evacuação final, um último movimento peristáltico das tripas do poder para finalmente darem as caras à luz em 2018 com (acreditem se quiserem) um candidato próprio à Presidência da República. Enquanto isso, ele PMDB, vai vivendo do sangue da nação produzindo a anemia moral do "paciente" que somos, no final das contas, todos nós.
Nós não podemos tolerar mais quatro anos de governo dos marginais petistas no Brasil. Nós não podemos esperar até 2018 como querem as hienas da Câmara e os urubus do Senado Federal. Através do impeachment ou através das armas, Dilma deve sair. O capital internacional assim o quer, a sociedade brasileira assim o necessita. Ninguém aguenta mais – o Brasil precisa evacuar. Entre hoje e a quarta-feira de cinzas, uma legião de imbecis vai beber até cair, vão copular como animais nas ruas do Rio, São Paulo e Salvador....Comerão aquilo que encontrarem para vender pelas ruas e vão esvaziar, em espasmos de dor, seus intestinos pelas calçadas da nação sem água. Depois disso é a realidade e mais nada: só a Diarréia Política.

Porto Alegre, 13 de fevereiro de 2015. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.