"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Presidente municipal do PTB cogita afastamento de Casartelli

Maurício Dziedricki mostrou surpresa com críticas do secretário da Saúde ao governo Fortunati


Presidente municipal do PTB cogita afastamento de Casartelli | Foto: Fabio Paranhos / Divulgação PMPA / CP

Presidente municipal do PTB cogita afastamento de Casartelli 
O presidente municipal do PTB de Porto Alegre, Mauricio Dziedricki, disse ter sido pego de surpresa com as declarações do secretário da Saúde de Porto Alegre, Carlos Henrique Casartelli. Procurado pela Rádio Guaíba, Dziedricki alegou desconhecer as críticas à prefeitura feitas pelo correligionário via twitter. Dziedricki amenizou, mas não descartou a possibilidade de o afastamento ocorrer. Após fazer reclamações públicas, Casartelli chegou a cogitar a própria demissão pelo prefeito José Fortunati. “O PTB ainda não foi incitado pelo prefeito para tratar desse tema… Nós estamos falando de um vereador licenciado que fez parte do arranjo da continuidade do governo”, avaliou o presidente da sigla.Caso perca o comando da Saúde, considerada uma das pastas de maior importância, o PTB quer manter espaços na prefeitura com a mesma dimensão. “O partido vai defender o tamanho e o equilíbrio das forças que compõem a frente de governo e elegeram Fortunati. Nós queremos manter a participação no centro do governo no momento que se discute ou não a substituição de um secretário nosso”, ponderou Dziedricki.Desde a semana passada, Fortunati já estaria sondando nomes para substituir Casartelli, alegam integrantes do governo. Até consultas junto a profissionais da classe médica teriam sido feitas para encontrar um nome adequado, que não gerasse conflitos. Caso a Saúde seja destinada ao PMDB, uma das possibilidade, um dos técnicos do partido cotado é o médico psiquiatra Luiz Carlos Illa Fonte Coronel, recém empossado como coordenador de Saúde Mental da Secretaria Estadual da Saúde.Denúncias da Procuradoria da República e no Ministério Público Estadual, que podem resultar na abertura de procedimentos para averiguar supostas irregularidades na administração da Saúde, podem estar por trás do possível desligamento de Casartelli. Entre elas, estão contratos junto à Procempa, obras no HPS e até a destinação de verbas para a edição de livros.Caso saia da pasta, Casartelli vai assumir cadeira no legislativo municipal. Ele é primeiro suplente da vaga deixada por Dr. Goulart, que comanda a Secretaria Municipal da Indústria e Comércio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.