"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

sábado, 29 de agosto de 2015

SE UM DIA EU ME ABAIXAR PARA O PT


Milton Pires
Se um dia eu me abaixar para o 
PT, não olho mais os meus filhos
…Esqueço de “andar pelos trilhos”
do trem que ganhei dos meus pais...

Se um dia eu me abaixar para o PT,
esqueço saúde-doença – doutor eu
serei de uma “crença” que mente
fingindo curar...

Se um dia eu me abaixar para o PT,
esqueço do samba e da bossa, nada
do campo e da roça, cidade-barzinho,
ou palhoça, convence petista a cantar..

Se um dia eu me abaixar para o PT,
esqueço de Deus e do Diabo, nada de
certo ou errado, no mundo petista de
“nóis” ... 

Se um dia eu me abaixar para o PT,
esqueço dos meus professores, dos
padres e velhos pastores no céu que
agora é aqui…

Se um dia eu meu abaixar para o PT,
esqueço de Monte Castelo, daqueles
de verde-amarelo que lá combateram
por nós…

Se um dia eu me abaixar para o PT,
esqueço de ser cavalheiro, de homem
que traz o dinheiro na casa em que
manda a mulher…

Se um dia eu me abaixar para o PT,
esqueço do mar e montanha, cerrado,
sertão e campanha, o porco não sabe
escolher...

Se um dia eu me abaixar para o PT,
esqueço tudo que fui, volto a viver
num chiqueiro...

deixo de ser brasileiro…

29 de agosto de 2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.