"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

O EGOÍSMO SOLIDÁRIO - A FUNDAÇÃO MORAL DO BRASIL PETISTA


Este pequeno artigo tem como intenção apresentar as bases da Moral Brasileira. Chamarei essa doutrina de "Egoísmo Solidário" e apresentarei, abaixo, os seus princípios. 

O Egoísmo Solidário é tipicamente brasileiro: não pode ser encontrado na sua legítima forma em nenhuma outra sociedade contemporânea. Seu fundamento é uma mistura de "Lei de Gerson" com a máxima do "Sou pobre, mas sou Honesto". 

As Bases do “Egoísmo Solidário” - a Fundação Moral do Brasil

Milton Pires

1. Pense, antes de tudo, em você mesmo e esqueça do resto.

2. Diga que “coisas como política” são todas iguais e diga que “você não tem tempo para isso”

3. Diga que “as coisas são culpa dos políticos” e que isso “sempre foi assim”

4. Faça o bem, desde que você não se prejudique e possa fazer um selfie no momento em que está “fazendo o bem”. Aproveite-se de enchentes, enxurradas, desabamentos, secas, acidentes de trânsito ou desastres naturais. 

5. Participe de “campanhas” em que você ajuda pessoas que não conhece (de preferência fora do Brasil) e “divulgue que você participou” pela internet (mas lembre-se - nada de mandar seu dinheiro)

6. Sempre diga que “política, religião e futebol” não se discute e que “é besteira brigar por causa de mulher” - são princípios do Egoísmo Solidário.

7. Critique os políticos “que fazem uso político das coisas”.

8. Diga que “religião cada um tem a sua”

9. Sempre sustente que o Brasil tem “tudo para dar certo” se “alguém fizer alguma coisa”

10. Diga sempre que você procura “fazer a sua parte”

Porto Alegre, 30 de setembro de 2015. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.