"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

O RUMO DA HISTÓRIA.


Milton Pires

Toda ação que servir para desmontar a Operação Lava Jato, todo conchavo, "acerto político" ou troca-troca que possa ser feito entre o PT e o PMDB vão funcionar como um "tiro no pé" dado pelo próprio Governo de Dilma Rousseff. 
O mundo NÃO confia mais no Brasil. Investidores internacionais e agências de classificação de risco sabem que não é possível colocar dinheiro num país governado por marginais - numa "cleptocracia" como bem disse o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. 
A estratégia de defesa ensaiada pelo PT consistia em entregar ministérios ao PMDB e dividir o processo conduzido em Curitiba pelo juiz Sérgio Moro. Para quem acredita que isto tenha funcionado, basta conferir a cotação do dólar e a queda na BOVESPA. 
O PT não aceita de maneira alguma que deve sair. É puro desespero que estamos vendo quando entrega-se o Ministério da Saúde (com seu orçamento gigantesco) ao PMDB. Isso NÃO vai parar a tramitação do processo de impeachment de Dilma na Câmara dos Deputados. Não depende de Eduardo Cunha "segurar ou não o processo". Não é assim que vai funcionar e o aviso já foi dado por uma autoridade no assunto - o Senador Fernando Collor de Melo. 
Trágico neste processo todo é ver o Brasil sangrar. Sim: é o Brasil, não o Governo Petista, que está verdadeiramente "sangrando" e essa teoria (que eu chamei de Teoria da Menstruação) é ridícula quando prega enfraquecer o PT aos poucos. 
Ontem eu escrevi que todos nós...TODOS, sem exceção, estaremos nas ruas aos berros e no mais completo desespero enfrentando e apanhando da Força Nacional. Isso que eu escrevi NÃO DEPENDE da nossa vontade...É esse o caminho (sempre foi esse o caminho com o PT). Observações como "isso não é da natureza do nosso povo" ou "as pessoas preferem futebol e carnaval" ou "ninguém vai faltar ao trabalho para ficar na rua"...NÃO vão funcionar. Não vai ser assim que o processo vai acontecer. As pessoas vão perder, cada vez mais, seus empregos e as coisas nos supermercados NÃO vão mais estar disponíveis. Isso NÃO depende da "vontade do povo" e não pode ser "acomodado com Ministérios para o PMDB". Isso não depende de concordância do Olavo de Carvalho, Reinaldo Azevedo ou Movimento Brasil Livre...Não interessa o que essa gente pensa. Para ser sincero, não interessa SEQUER aquilo que eu penso: esse é o RUMO que a História está tomando...como um navio que afunda sem que nada possa ser feito

24 de setembro de 2015. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.