"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

1970




1970
Milton Pires
Outro dia saí lá de casa e a História
passou por mim bem na frente do prédio
onde moro e, aos passos lentos, que da
vida atingiram metade, vi ruas e casas
felizes, Porto Alegre das minhas saudades…
Estudantes cantavam a Pátria sempre em
setembro enfeitada, as escolas eram limpinhas,
policiais capacetes usavam, professores andavam
de Fusca, médicos branco vestiam no mais saudável
dos mundos em que o Bom e o Mau se curavam
“baixados na Realidade”
Eu vi tudo fazendo sentido no Brasil livre de
espelhos...Nada dos tais de “reflexos”, nada da
tal “sociedade”...Só eu no tempo invertido de
Estrelas Jornadas cantadas, do Inter de Setenta
e Nove, de Opalas e pornochanchadas…
Até que uma sombra do Inferno, fugindo em
carreira isolada, passou por mim debochando,
falando na voz engasgada: “Direito só tem
Minoria no Mundo em que Deus não existe!
A Terra está aquecendo ! Vai c'outro homem
pra cama ! Santa é a tua empregada!”
Acordo de um sonho chorando...Viva a
Nação arrasada !
Dezembro de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.