"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

domingo, 15 de maio de 2016

"DICA" PARA O GOVERNO TEMER E O PMDB

Há duas maneiras de "matar petistas" - a primeira é extinguir seus cargos - essa nem sempre é possível e pode causar reações mas às vezes precisa ser feita. Por exemplo um "núcleo de Direitos Humanos dos Pacientes" formado pela quadrilha de marginais do Grupo Hospitalar Conceição. Esse precisa ser extinto com uma canetada.
A segunda é deixá-los nos cargos e, até mesmo, não acabar com eles - basta deixá-los sem dinheiro. Eles vão morrendo aos poucos. Desistem e vão fazer outra coisa. Um exemplo - o tal "Ministério da Cultura" pode ser transformado em Secretaria, entregue para uma lésbica petista qualquer que foi presa durante 24 horas em 1968 e hoje pesa 130 quilos. Ela fica numa salinha com uma mesa, um ventilador e sem secretária. O Wagner Moura vai lá pedir dinheiro para ela e não pode sair dizendo que não foi atendido.
As duas podem ser usadas contra marginais petistas. O importante é a repercussão no imprensa estrangeira.
Milton Pires.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.