"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

URGENTE: MARGINAL CANGACEIRO DO SENADO PRETENDE SE VINGAR DA DELAÇÃO DE CLÁUDIO MELO FILHO E COLOCAR PROJETO DE "ABUSO DE AUTORIDADE" EM VOTAÇÃO OUTRA VEZ

ROMPIDO O ACORDO ENTRE BANDIDOS DO STF E MARGINALCANGACEIRO, AMANTE DE JORNALISTA E CHEFE DE POLÍCIA SECRETA - Empresa que frauda o CARF no RS copia o Estadão, mas eu reproduzo aqui: Projeto de Perseguição a Juízes e Promotores volta à pauta do Senado!

Abuso de autoridade continua na pauta do Senado, garante Renan

Proposta poderá ser votada ainda nesta semana, já que a Casa terá sessões na terça, quarta e quinta-feira

Por: Estadão Conteúdo

13/12/2016 - 12h37min | Atualizada em 13/12/2016 - 12h41min
Abuso de autoridade continua na pauta do Senado, garante Renan Valter Campanato/Agência Brasil
Foto: Valter Campanato / Agência Brasil








O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), foi categórico ao dizer que o projeto que atualiza a lei de abuso de autoridade ainda está em pauta no Senado e que deve ser votado nesta semana.
— O projeto de abuso de autoridade está na pauta. Eu pretendo votar todos os itens que foram indicados pelos líderes para compor a agenda de fim de ano — afirmou o peemedebista, nesta terça-feira. 
Ele explicou que o Senado terá sessões de votação nesta terça, quarta e quinta-feiras e que pretende limpar a pauta.
Após os incidentes das últimas semanas, em que senadores tentaram agilizar a votação do pacote anticorrupção da Câmara, e do pedido não cumprido de afastamento de Renan da presidência do Senado, alguns parlamentares assinaram um requerimento pedindo que a urgência do projeto de abuso de autoridade fosse retirada e a proposta dirigida à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).
Entretanto, o requerimento nunca foi colocado em votação por Renan Calheiros. Em um papel que carrega no bolso, Renan mostrou a extensa pauta de votação que pretende apreciar nesta semana. O projeto de abuso de autoridade consta da pauta desta terça-feira.
Além da votação da PEC do Teto, projeto principal do dia, ele também pretende votar o projeto que trata da securitização de dívidas, o fim da reeleição para cargos executivos, a reforma da lei de licitações, a regulamentação dos jogos de azar e as propostas enviadas pela Comissão Extrateto, que analisa salários acima do teto constitucional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.