"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

sexta-feira, 26 de maio de 2017

MAIS UMA VITÓRIA DOS VAGABUNDOS COMUNISTAS DA SAÚDE NO BRASIL - DEMISSÃO EM MASSA DE MÉDICOS DO HOSPITAL DO ANDARAÍ


26/05/2017 16:26

Médicos do Hospital Federal do Andaraí pedem demissão em massa

Em nota, Ministério da Saúde afirma que não haverá impacto no atendimento aos pacientes

Por: Departamento de Web
   
Após diversas tentativas de negociação com o Governo Federal a respeito dos salários e melhores condições de trabalho, os médicos do Hospital Federal do Andaraí, administrado pelo Ministério da saúde, pediram nesta quinta-feira (25), demissão em massa. Devido à crise no setor, médicos, chefes de diversos setores da unidade, deixaram cargos. Por meio de uma nota, o Ministério da Saúde informou que, “a mudança da chefia de serviços médicos pode ser feita a qualquer momento pela direção da unidade, sem impacto no atendimento aos pacientes."

SOCIÓLOGA RITA BONESI DIZ A VERDADE SOBRE A CRACOLÂNDIA


Como defensora da vida, da cidadania, da moralidade e do civismo, como SOCIÓLOGA especializada, experiente, inteligente e capacitada (deixo a modéstia de lado) SOU TOTALMENTE CONTRA incapazes profissionais formados através de catecismos petistas e da "nova ordem dos direitos humanos" que têm criticado e impedido que sejam exterminados os "pontos turísticos" criados com a entrada do PT no governo, a Crackolândia!

É desumana a omissão de governantes, vereadores, prefeitos e os ditos "direitos desumanos"!

Não é humano assistir e permitir que pessoas viciadas transformem-se em zumbis e esperem a morte chegar através de overdoses ou males fatais.

O crack é uma das dependências mais difíceis de se tratar!

ESTOU COM JOÃO DÓRIA E APOIO O SEU TRABALHO em retirar e levar para tratamento, os dependentes.

Ministério Publico e Defensoria Pública,, não emperrem esse trabalho!

Arregacem as mangas e juntem-se ao prefeito para que muitas vidas ainda possam ser salvas.

No estágio avançado desses dependentes não se pode "dar ao luxo" de chegar ao local e perguntar:

Quem quer se tratar, levante a mão!

Sejam realistas e objetivos.

Não mascarem a gravidade da dependência!

Tratamento URGENTE e fim do "ponto turístico petista"

Rita de Cassia Lanschi Bonesi

Em 26/05/2017

POLÍCIA FEDERAL ENCONTRA COMPROVANTES DE CAIXA 2 EM APARTAMENTO DE ABOMINÁVEL AÉCIO DAS NEVES


PF encontra em apartamento de Aécio comprovantes identificados como ‘cx 2’:

PF encontra em apartamento de Aécio comprovantes identificados como ‘cx 2’


A Polícia Federal apreendeu no apartamento de Aécio Neves, na Avenida Vieira Souto, no Rio, “diversos documentos acondicionados em saco plástico transparente, dentre eles um papel azul com senhas, diversos comprovantes de depósitos e anotações manuscritas, dentre elas a inscrição 'cx 2'".
Também foi apreendido um aparelho bloqueador de sinal telefônico, um celular e um pen drive. 
As informações estão em relatório enviado ao STF.

Janot diz que Temer admitiu encontro e pede autorização do STF para ouvir o presidente

Janot diz que Temer admitiu encontro e pede autorização do STF para ouvir o presidente:

Janot diz que Temer admitiu encontro e pede autorização do STF para ouvir o presidente
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu autorização ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tomar o depoimento do presidente Michel Temer, do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e do deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), também afastado do mandato. As diligências foram solicitadas nos inquéritos a que os acusados respondem na Corte, a partir das delações da empresa JBS.

Na manifestação, enviada ao ministro Edson Fachin, relator do processo, o procurador também defendeu a validade das gravações entregues pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS, que gravou conversas com Temer, Aécio e Loures.

Leia mais ÁUDIOS: Ouça a íntegra da gravação do diálogo de Temer e dono da JBS Quais são os nomes cotados para substituir Temer na Presidência
Impeachment: por que a situação de Temer é diferente da de Dilma


No caso do presidente, cuja defesa contestou a validade dos áudios, a PGR sustenta que Temer não negou o encontro com o empresário, no Palácio do Jaburu. Janot citou os pronunciamentos feitos por Temer, na semana passada.

"Verifica-se que houve confissão espontânea quanto à existência do encontro não registrado no Palácio do Jaburu e do diálogo entre Michel Temer e Joesley Batista. Por outro lado, também há confissão espontânea nos pronunciamentos do presidente da República, dentre eles podemos citar o diálogo sobre possível corrupção de juízes; o diálogo sobre a relação de Joesley com Eduardo Cunha; o diálogo em que Michel Temer indica Rodrigo Loures para tratar com o colaborador Joesley Batista", diz a petição.

A Agência Brasil entrou em contato com a assessoria da Presidência da República e aguarda resposta. Os advogados de Rocha Loures e de Aécio Neves também foram procurados, mas não atenderam às ligações.

Leia as últimas notícias sobre a delação da JBS

*Agência Brasil

Anexos originais:


Raffaello Sanzio - Le grand Saint-Michel


A mensagem de despedida de Maria Silvia do BNDES




A mensagem de despedida de Maria Silvia do BNDES:

Exclusivo: A mensagem de despedida de Maria Silvia do BNDES


O Antagonista obteve e reproduz a mensagem de despedida de Maria Silvia Bastos aos funcionários do BNDES:
"Prezados benedenses,

Nesta sexta-feira, 26 de maio, informei pessoalmente ao presidente Michel Temer a minha decisão de deixar a presidência do BNDES.

Todos os diretores permanecem no cargo e o diretor Ricardo Ramos, pertencente ao quadro de carreira do BNDES, responderá interinamente pela presidência do Banco.

Deixo a presidência do BNDES por razões pessoais, com orgulho de ter feito parte da história dessa instituição tão importante para o desenvolvimento do país. Nas duas passagens que tive pelo Banco, como diretora, nos anos 90, e agora, como presidente, vivi experiências desafiadoras e de grande importância para a minha vida profissional e pessoal.

Neste ano à frente da diretoria do BNDES busquei olhar para o futuro, estabelecendo novos modelos de negócios e estratégias para o Banco, sem descuidar do passado e do presente, sempre tendo em mente preservar e fortalecer a instituição e seu corpo funcional.

Desejo boa sorte a todos, esperando que sigam trabalhando para que o BNDES continue sendo o Banco que há 65 anos faz diferença na vida dos brasileiros.

Um grande abraço,

Maria Silvia"

URGENTE: MARIA SILVIA DEIXA O BNDES



Prepara-se a Revelação do Maior Esquema de Corrupção de Toda História da Humanidade - o BNDES vai fazer a PETROBRAS parecer coisa de criança.

URGENTE: MARIA SILVIA DEIXA O BNDES:

Maria Silvia Bastos pediu demissão do cargo de presidente do BNDES, informa Valdo Cruz, na GloboNews. Ela alegou "motivos pessoais". Michel Temer já foi informado da decisão.

Maria Silvia Bastos pede demissão e sai da presidência do BNDES

Maria Silvia Bastos pede demissão e sai da presidência do BNDES:



x201606011426308467.jpg.pagespeed.ic.zYE
Imagem:  Givaldo Barbosa / Agência O Globo
A presidente do BNDES, Maria Silvia Bastos, acaba de pedir demissão do comando do banco ao presidente Michel Temer. Maria Silvia alegou motivos pessoais. A presidente do BNDES estava sob intensa pressão por recusar crédito a empresários sem garantias suficientes. 
Mais informações »


Stédile festeja a baderna

Stédile festeja a baderna:

Em "pronunciamento" há pouco, o chefe do MST, João Pedro Stédile, festejou a participação da Força Sindical (de Paulinho) e da UGT (ligada a Gilberto Kassab) na "marcha"...



uploads%2F1495816899642-IMG_3139.JPG


'A volta da impunidade como regra suprema', diz Julio Marcelo sobre proposta de Gilmar Mendes

'A volta da impunidade como regra suprema', diz Julio Marcelo sobre proposta de Gilmar Mendes:



gilmar2.jpg
Imagem: Montagem / Folha Política
O ministro Gilmar Mendes, do STF, manifestou desejo de alterar decisão do Supremo que determinou que é possível a prisão após condenação em segunda instância. O procurador Júlio Marcelo de Oliveira lamentou a manifestação de Gilmar Mendes: "O maior retrocesso no combate à corrupção desde o início da Lava Jato. A volta da impunidade como regra suprema".
Mais informações »


Advogados de Rocha Loures acertam reunião na PGR para tratar de delação

Advogados de Rocha Loures acertam reunião na PGR para tratar de delação:



1713941.jpeg
Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) sinalizou de forma mais clara a intenção de fazer um acordo de delação premiada. Representantes do parlamentar e integrantes do Grupo de Trabalho da Lava-Jato na Procuradoria-Geral da República (PGR) acertaram ontem a realização de um encontro em Brasília para tratar do assunto.
Mais informações »


26 de Maio de 1896: Nicolau II é coroado imperador da Rússia.

26 de Maio de 1896: Nicolau II é coroado imperador da Rússia.:

O czar Nicolau II e a sua mulher Alexandra Feodorovna foram coroados na catedral ortodoxa da Assunção, ao lado do Kremlin, em 26 de Maio de 1896. Durante a longa cerimónia, Nicolau recebeu o ceptro e o colar da Ordem de Santo André. O colar caiu ao chão. Os místicos da corte interpretaram este incidente como um mau presságio. A Revolução de Fevereiro de 1917 obrigaria o czar a abdicar. A família imperial seria executada em Julho de 1918.



Nicolau não estava preparado nem tinha inclinação para governar, o que prejudicou a autocracia, que ele queria preservar, numa época em que se buscavam mudanças, desesperadamente. Nascido em 1868, sucedeu ao pai, o czar Alexander III, falecido em Novembro de 1894. No mesmo mês, o herdeiro casou-se com Alexandra, que viria a exercer grande influência sobre ele. Após um período de luto pelo falecimento do antecessor, Nicolau e Alexandra foram coroados. 



Nicolau resistiu aos apelos de reformas e buscou manter o absolutismo czarista, embora não dispusesse de força de vontade necessária para tanto. O desastroso desfecho da Guerra Russo-Japonesa desembocou na Revolução Russa de 1905, que Nicolau somente conseguiu aplacar após a aprovação de uma assembleia de representantes – a Duma – e promessa de reformas constitucionais. O czar logo recuou dessas concessões e reiteradamente dissolvia a Duma, contribuindo para um crescente apoio popular aos bolcheviques e outros grupos revolucionários. 



Em 1914, Nicolau conduziu o seu país a outra guerra onerosa – a Primeira Guerra Mundial. O descontentamento crescia à medida que escasseavam os alimentos e surgiam derrotas devastadoras frente à Alemanha, demonstrando a total ineficiência da Rússia. Em 1915, o czar pessoalmente assume o comando do exército, deixando a czarina no controlo da política doméstica. A corte, nesta altura, estava sob o domínio do místico Rasputin, que punha a dispunha dos ministros. 
Em Fevereiro de 1917, a guarnição de Petrogrado juntou-se aos operários em greve para exigir reformas socialistas. Nicolau, pressionado, abdica em favor do seu irmão Miguel, que recusa a coroa, o que põe fim à autocracia czarista. Nicolau, a sua mulher e filhos foram detidos no palácio de Czarskoye Selo pelo governo provisório e em Agosto levados para Tobolsk na Sibéria Ocidental por pressão do soviete de Petrogrado, a poderosa coligação de conselhos de soldados e trabalhadores que dividia o poder com o governo provisório na primeira fase da Revolução Russa.

Em Outubro de 1917, os bolcheviques liderados por Vladimir Lenine tomam o poder e estabelecem o primeiro estado operário da história. Em Abril de 1918, Nicolau e a sua família são transferidos para  Ecaterimburgo nos Urais, o que selou o seu destino. Eclode a guerra civil em Junho de 1918 e em Julho o exército branco avança sobre Ecaterimburgo durante uma campanha contra o recém-formado Exército Vermelho. Foram dadas ordens às autoridades locais para evitar o resgate dos Romanovs e após uma reunião secreta do soviete de  Ecaterimburgo, foi decretada a sentença de morte da família imperial. 

Logo após a meia-noite de 17 de Julho, ordenou-se a Nicolau, Alexandra, e aos seus cinco filhos e outros quatro familiares que se vestissem rapidamente e descessem ao sótão. Ali, todos eles foram dispostos em duas fileiras para a tomada de fotografia, dizendo-lhes que era para acabar com os rumores de que haviam escapado. De repente, uma dezena de homens armados irrompe no local e abate a família imperial.
Os restos mortais de Nicolau, Alexandra e três dos seus filhos foram exumados numa floresta perto de  Ecaterimburgo em 1991 e identificados. 
Fontes: Opera Mundi
wikipedia (imagens)



1024px-SerovV_MiropomazanNikolAlek.jpg
A coroação de Nicolau II e Alexandra Feodorovna - Valentin Serov



URGENTE: 41° FASE DA LAVA JATO


URGENTE: 41° FASE DA LAVA JATO:

Lava Jato nas ruas! 41° fase!

Nova fase da Lava-Jato investiga exploração de poços de petróleo na África

São cumpridos 13 mandados judiciais no Distrito Federal, no Rio de Janeiro e em São Paulo

Por: Estadão Conteúdo e Zero Hora

26/05/2017 - 07h31min | 
Atualizada em 26/05/2017 - 09h06min

Conforme o site G1, um dos alvos de condução coercitiva é a filha do lobista Jorge Luz, Fernanda Luz — ela não foi encontrada em casa. Jorge e o filho, Bruno Luz, foram presos durante na 38ª fase da Lava-Jato, em fevereiro. Segundo a PF, os lobistas atuavam como representantes do PMDB junto à Petrobras.
Também é alvo da ação desta sexta-feira Álvaro Gualberto Teixeira de Melo. Os outros investigados ainda não tiveram os nomes divulgados.
A Operação Poço Seco investiga a suspeita de que a compra de direitos para explorar poços de petróleo em Benim tenha sido utilizada para obter recursos que seriam utilizados no pagamento de vantagens indevidas a um ex-gerente da área internacional da Petrobras.
Em março deste ano, o juiz federal Sergio Moro condenou o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por crimes de corrupção, de lavagem e de evasão fraudulenta de divisas, a 15 anos e quatro meses de prisão em ação penal sobre propinas na compra do campo petrolífero de Benim, em 2011, pela Petrobras.
Os presos serão levados para a Superintendência da PF em Curitiba. Os suspeitos deverão ser investigados por corrupção, fraude em licitações, evasão de divisas e lavagem de dinheiro, entre outros crimes.
O nome da nova fase da Lava-Jato, "Poço Seco", é uma referência aos resultados deficitários do investimento realizado pela Petrobras na aquisição de direitos de exploração de poços de petróleo em Benim.
Fase anterior
Deflagrada em 4 de maio, a última fase da Lava-Jato mirou três ex-gerentes da área de Gás e Energia da Petrobras, suspeitos de terem recebido mais de R$ 100 milhões em propina de empreiteiras contratadas pela estatal. No âmbito da Operação Asfixia, também são investigados operadores financeiros que utilizaram empresas de fachada para intermediar o pagamento do dinheiro ilícito.
Na ação, os agentes da PF cumpriram 16 mandados de busca e apreensão, dois de prisão preventiva, dois de prisão temporária e cinco de condução coercitiva em São Paulo, em Minas Gerais e no Rio de Janeiro.

LULA NÃO SERÁ PRESO


LULA NÃO SERÁ PRESO:


Lula não será preso.
Gilmar Mendes mudou de ideia sobre a prisão dos condenados em segundo grau.
Há alguns meses o ministro vinha preparando o bote contra a Lava Jato.
Agora chegou a hora.
O Globo citou-o:
"O ministro Toffoli fez um avanço que eu estou a meditar se não devo também seguir, no sentido de exigir pelo menos o exaurimento da matéria no STJ. Nós tínhamos aquele debate sobre a Defensoria Pública, que dizia que muda muitos julgamentos ou consegue uniformizar em sede de STJ. De modo que esse é um tema que nós temos talvez que revisitar".

quinta-feira, 25 de maio de 2017

BANDIDO "JOELVIS" CONVERSA COM "ROCHA LOIRA" ANTES DO ENCONTRO COM TEMER.

Rocha Loures: "Quando chegar, entre na garagem":

Nas mensagens de celular entregues por Joesley Batista à PGR e obtidas com exclusividade por O Antagonista, consta a conversa dele com Rocha Loures na noite do encontro com Michel Temer no Palácio do Jaburu...



uploads%2F1495762127286-rocha+joesley.jp


Ministério retira medalhas militares de José Genoino e CostaNeto

Ministério retira medalhas militares de José Genoino e Costa
Neto
:

O Ministério da Defesa retirou a Medalha da Vitória dos ex-deputados federais José Genoino (PT) e Valdemar da Costa Neto (PR), que foram condenados no escândalo do mensalão. A retirada da condecoração foi assinada pelo ministro da pasta, Raul Jungmann. A portaria (reproduzida abaixo) não informa o motivo.

A Medalha da Vitória foi criada em 2004 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva e é concedida a militares das Forças Armadas, civis brasileiros e estrangeiros, militares estrangeiros, policiais, bombeiros e organizações militares que “tenham prestado serviços relevantes ou apoiado o Ministério da Defesa no cumprimento de suas missões constitucionais “.

– (Reprodução/Reprodução)
Genoino, que militou em organizações clandestinas de esquerda durante a ditadura militar e participou da guerrilha do Araguaia, foi o primeiro guerrilheiro a receber a medalha militar, em abril de 2011, na gestão de Dilma Rousseff (PT), quando era assessor especial do Ministério da Defesa, na gestão de Nelson Jobim.

Já Costa Neto foi agraciado antes, em maio de 2005, no governo Lula, quando o ministro da Defesa era o vice-presidente José de Alencar. Tanto ele quanto Genoino tiveram suas penas no caso do mensalão perdoadas pela Justiça.

(Com Agência Brasil)


Arquivado em:Brasil, Política


Anexos originais:


ad516503a11cd5ca435acc9bb6523536?s=96&r=G


jose-genoino-original2-e1469629236429.jpeg&w=865

Superpotência bananeira


Superpotência bananeira:

Ao falar sobre a crise enfrentada por Donald Trump, o jornalista Kevin D. Williamson, da National Review, disse que os EUA, finalmente, se transformaram no Brasil, uma "República de Bananas".

Ele está errado. O Brasil é uma super-república das bananas.

ESPECIAL PARA MULHERADA FURIOSA 3 - "TICI" INFORMA SEUS "FÃS" QUE ESTÁ PASSANDO POR "FASE DIFÍCIL"


Cláudia Cruz é absolvida na Lava Jato

Cláudia Cruz é absolvida na Lava Jato:



Cl%25C3%25A1udia-Cruz-777x437.jpg
Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância, absolveu a jornalista e esposa do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB), Cláudia Cruz. Além da jornalista, Moro sentenciou o ex-diretor da área internacional da Petrobras Jorge Zelada e o operador de propinas do PMDB João Augusto Resende Henriques.
Mais informações »


Psicopatas Comunistas da SMS na Pyongyang dos Pampas comemoram o Fechamento de mais um Hospital em Porto Alegre.

Hospital Parque Belém, em Porto Alegre, fecha portas, demite funcionários e transfere pacientes
Hospital Parque Belém, em Porto Alegre, fecha portas, demite funcionários e transfere pacientes:

Quando Porto Alegre não tiver mais NENHUM Hospital, quando TODA saúde da Cidade for transformada numa Gigantesca UPA ou Posto de Saúde, a legião de vagabundos que controla a saúde no RS vai ter um Orgasmo ! É o "Sonho Dourado" deles ! 

O Hospital Parque Belém, na zona sul de Porto Alegre, encerrou as atividades nesta quarta-feira (24). De acordo com a Associação Sanatório Belém, mantenedora da instituição, a justificativa para o fim das atividades é a situação financeira. Cerca de 50 funcionários (entre médicos, enfermeiros e técnicos) foram demitidos.

De toda a estrutura que fica no bairro Belém Velho — UTI, cinco salas de cirurgia, equipamentos para realização de exames e tratamentos e 200 leitos de internação —, somente a ala psiquiátrica estava em funcionamento. Os pacientes foram transferidos para outras instituições ou receberam alta, informou a mantenedora.

Leia mais:
Como foi o primeiro dia com horário estendido no Centro de Saúde Modelo
Vacinação contra a gripe em Porto Alegre: veja quem deve receber a dose


Os trabalhadores foram comunicados da demissão no início da manhã. Conforme o Sindicato dos Enfermeiros do Rio Grande do Sul (Sergs), que tinha representantes no momento do anúncio verbal, a instituição alegou não ter dinheiro nem para as verbas rescisórias. Conforme o sindicato, funcionários estão com vencimentos atrasados.

— Eles (direção do hospital) não queriam dar nem a carta de demissão para os trabalhadores. Ficamos das 9h até as 15h lá para conseguir a assinatura do documento. Só às 18h saíram com o papel — relatou Denize da Cruz, diretora do Sergs.

Segundo ela, o sindicato orientará os funcionários para que busquem assessoria jurídica:

— Tem gente que tinha 40 anos de casa. Queremos garantir que eles recebam o seguro desemprego e o fundo de garantia. É um direito deles.

De acordo com o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), a Capital padece com o fechamento de quase 600 leitos do SUS entre 2014 e 2017. Em nota, a entidade lamenta a decisão e cobra intervenção imediata de União, Estado e prefeitura para colocar os leitos à disposição da população. "Um hospital com mais de 200 leitos, pronto, acabado, com UTI, com os mais modernos aparelhos de diagnóstico e tratamento, não pode ficar entregue ao abandono. Os porto-alegrenses têm o direito de exigir do poder público municipal que intervenha e coloque em funcionamento a instituição".

O presidente da mantenedora, Luiz Augusto Pereira, explicou que a instituição pretende voltar atender a população, mas precisa que a prefeitura faça uma contratualização de leitos do SUS (trata-se da formalização entre gestores, estabelecendo compromissos). Pereira destacou que o fechamento foi necessário porque não houve um acordo com o Executivo municipal, mas ressaltou que está aberto a buscar uma solução:

— O maior prejuízo é social. Temos estrutura, mas não temos recursos.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que atua de igual forma com todos os hospitais prestadores de serviços. Para que ocorra uma contratualização, diz, é necessário que o hospital parceiro forneça todas as condições necessárias de estrutura e pessoal em atividade: "Sempre que a entidade atenda aos requisitos o contrato é possível, dentro das limitações financeiras da secretaria", explica a nota. O texto ainda salienta que "aberturas parciais ou de pequena escala, além de dispendiosas e pouco ou nada efetivas, implicam risco ao paciente e pior gestão do resultado da rede como um todo."

FONTE DA NOTÍCIA - ZERO HORA - O JORNAL DA EMPRESA QUE FRAUDA O CARF

A ÍNTEGRA DO PEDIDO DE IMPEACHMENT DA OAB CONTRA MICHEL TEMER


Brasil 25.05.17 14:43

Confira AQUI a íntegra do pedido de impeachment protocolado pela OAB contra Michel Temer por crime de responsabilidade com base no artigo 85 da Constituição.

Para a OAB, Temer falhou ao não informar às autoridades competentes a admissão de crime pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS, e faltou com o decoro ao se encontrar com o empresário clandestinamente, além de ter prometido agir em favor dele.

III – DOS PEDIDOS:

Face ao exposto, o Denunciante requer:

a) Que a presente Denúncia seja recebida e processada nos termos do que estabelecem a Constituição Federal e o Regimento Interno dessa Casa, para os fins de reconhecer a prática, pelo Excelentíssimo Senhor Presidente da República Federativa do Brasil, dos Crimes de Responsabilidade descritos no art. 85, V e VII, da Constituição Federal, e no art. 9º, n. 7, da Lei n. 1.079/1950, encaminhando-se, por conseguinte, os autos ao Senado Federal, onde será julgada para impor ao Denunciado a pena de perda do mandato, bem como inabilitação para exercer cargo público pelo prazo de oito anos, nos termos do art. 52, parágrafo único, da Constituição Federal.
b) Pede-se a produção de prova testemunhal, consistente na oitiva das pessoas ao final indicadas, as quais deverão ser intimadas para tal finalidade nos termos do art. 18 da Lei n. 1.079/1950, sem prejuízo de outras.

Brasília, 25 de maio de 2017.

Ministro Fachin, que homologou o acordo da JBS, foi apoiado pelo grupo para a vaga no STF


Ministro Fachin, que homologou o acordo da JBS, foi apoiado pelo grupo para a vaga no STF:

O acordo de delação premiada dos executivos da JBS, que já vinha sendo questionado diante de algumas possíveis benesses, ganhou agora um novo capítulo polêmico. O jornalista Jorge Bastos Moreno, do jornal O Globo, publicou hoje a seguinte nota:


Ricardo Noblat, cujo blog também é do Globo, comentou:
“Como contou, hoje, o jornalista Jorge Bastos Moreno em O GLOBO, o jurista Edson Fachin admite que pediu ajuda “ao pessoal da JBS” em 2015 para ser nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). A JBS era a empresa com o maior número de parlamentares eleitos. A indicação de Fachin para o STF dependia dos votos de senadores. Ricardo Saud, diretor da JBS, de fato ajudou Fachin a cabalar votos. Hoje, Saud é um dos delatores da HBS, e Fachin, o relator da Lava Jato no STF. Seguramente, o ministro nada teve a ver com a sorte grande da JBS na negociação dos termos de sua delação premiada.”
Complica-se, portanto, a situação de Fachin. E as cobranças provavelmente serão mais intensas.

Fachin teve 'ajuda' da JBS em sua campanha ao STF, revela jornalista

Fachin teve 'ajuda' da JBS em sua campanha ao STF, revela jornalista:

4470.jpg
Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Como contou, hoje, o jornalista Jorge Bastos Moreno em O GLOBO, o jurista Edson Fachin admite que pediu ajuda “ao pessoal da JBS” em 2015 para ser nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).
Mais informações »


BOMBA! NA CAMPANHA PARA A VAGA AO STF, MILITANTE PETISTA EDSON FACHIN FOI AJUDADO POR BANDIDO LOBISTA DA JBS


Delator Ricardo Saud, executivo do grupo e um dos principais operadores de Joesley Batista, foi mestre de cerimônias de Fachin no Senado à época.

 25/05/2017 ÀS 09:53
O jornalista Jorge Bastos Moreno, de O Globo, publicou uma verdadeira bomba atômica em sua coluna. Moreno, um dos mais bem informados jornalistas da capital da República, informa que RIcardo Saud, executivo do Grupo JBS, já tendo ocupado cargo no Ministério da Agricultura e um dos principais operadores de Joesley Batista foi um dos principais cabos eleitorais do ministro Edson Fachin em sua busca pela nomeação à vaga do STF.

Saud circulava de braços dados com o hoje Ministro cabalando apoios e buscando garantir a condução de Fachin para a Suprema Corte brasileira. Sendo assim, não surpreende que Fachin tenha homologado o mais generoso acordo de delação premiada da história da humanidade em favor de Joesley Batista. É o primeiro caso em que, mesmo contra a expressa letra da lei, um chefe de organização criminosa escapa sem sofrer qualquer sanção penal.

Fachin, é claro, faz-se de inocente e jura por tudo que é mais sagrado que não conhecia as atividades criminosas da JBS em maio de 2015, quando foi indicado ao cargo. Diz que se soubesse não teria aceitado a ajuda.

Como aceitou e dependeu fundamentalmente do delator em sua caminhada, deveria ter se declarado impedido de encaminhar este indecoroso acordo de delação que, vazado de forma descontextualizada pelo jornalista Lauro Jardim, colocou a República toda em estado de espera, por muito pouco não derrubando o Presidente da República.

FONTE - .sulconnection.

NOTA DO EDITOR:

Associação dos Juízes Federais não vai se manifestar ?? Fachin precisa ser BANIDO da Magistratura

O exército de baderneiros bateu em retirada

O exército de baderneiros bateu em retirada:

O que houve nesta quarta-feira em Brasília nada tem a ver com manifestação política, coisa rotineira em países democráticos. Foi uma explosão de violência concebida para transformar a capital numa versão brasileira da Caracas embrutecida e desfigurada por Hugo Chávez e seus filhotes liberticidas. Foi uma celebração da insolência arquitetada pelo ajuntamento de bolivarianos que se expressam em português de cortiço.

No Congresso e na Esplanada dos Ministérios, viu-se em ação pelegos apavorados com o fim da vida mansa garantida involuntariamente por trabalhadores sindicalizados, parlamentares corruptos em pânico com a Lava Jato, vândalos sem cérebro movidos a mortadela e tubaína, vadios profissionais atraídos pelos pixulecos oferecidos a incendiários amadores e outras abjeções a serviço da seita que quase destruiu o país.

As afrontas ao Estado de Direito alcançaram dimensões tão desafiadoras que, tratada inicialmente como caso de polícia, a ofensiva selvagem virou um caso para as Forças Armadas, cujas funções constitucionais incluem a garantia da ordem pública. Tropas formadas por baderneiros aparentemente incuráveis têm cura: os ataques criminosos são interrompidos pela aparição de tropas militares.

Neste 24 de maio, o remédio produziu efeitos imediatos. Previsivelmente, os vigaristas disfarçados de guerreiros do povo brasileiro bateram em retirada, ou saíram em desabalada carreira, tão logo toparam com soldados de verdade. Países civilizados confiam às Forças Armadas a preservação da normalidade democrática. Assim deve ser num Brasil resolvido a enterrar a era da canalhice.

Arquivado em:Brasil, Política

Anexos originais:

ad516503a11cd5ca435acc9bb6523536?s=96&r=G
manifestaccca7acc83o-fora-temer-brasicc81lia-20170524-058.jpg&w=1024

OS BOLIVARIANOS CONSEGUIRAM


“Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”

Sob a “fantasia” de PROTESTOS CONTRA AS REFORMAS, os desesperados esquerdistas – especialmente aquela turma que grita FORA TEMER (depois der terem votado em massa nele como vice da ANTA) – conseguiram organizar badernas e vandalismos de tamanha monta que o EXÉRCITO está vindo naturalmente para as ruas sem necessitar de um chamado de nenhuma autoridade.

PORQUE É CASO DE SEGURANÇA NACIONAL!

Exatamente como foi em 1964!

Desta vez os militares não virão ajudar na segurança da Copa, das Olimpíadas. Nem para meter o peito na guerra contra os traficantes no Rio. Ou para resolver o descaso nos presídios, construir estradas e pontes, atuar no Haiti, como pediram os governos de LULA E DILMA.

E não é necessária nenhuma “engenharia intelectual” para descobrir quem são os responsáveis pela orquestração das manifestações conjuntas de hoje – no DF e RJ. Para completar, os líderes da CUT e das Centrais Sindicais ainda tiveram a desfaçatez de declarar que a “manifestação pacífica (sic) fugiu ao controle”. Então tá! Contem outra anedota, que nesta nem uma criança vai acreditar... Que burrice magnífica desta gente que se acha inatingível!

Eles tanto fizeram até que conseguiram aquilo que sequer era interesse ou desejo dos comandantes das FFAA. Tirar o Exército da caserna.

Casualmente, e vejam só que curiosa coincidência, os baderneiros mais violentos atuaram com as caras cobertas por máscaras.

Ora, que eu saiba só o ZORRO e o BATMAN usaram máscaras para defender a ordem e a justiça. Todos (eu repito: TODOS) OS OUTROS QUE PRECISAM SE DISFARÇAR PARA COMETER QUALQUER ATO, sempre foram – e são – foras da lei, marginais ou delinquentes. Ou, estão sambando numa festa à fantasia.

E, estes delinquentes, como os baderneiros da CUT e dos Sindicatos, devem pagar a sua conta com a Justiça. E sem receber nenhuma benesse pela Convenção dos Direitos Humanos, pois tais DIREITOS não podem (e nem devem) proteger marginais e bandidos.

Pois, quem sai de casa durante um dia normal de trabalho com a finalidade única de se mascarar para quebrar e brigar é, além de de grande covarde – um bandido com instinto animal. Um legítimo mercenário!

Portanto, PAU NELES. E SEM DÓ OU PERDÃO. E NEM COGITAR DE ANISTIÁ-LOS DEPOIS!

Enfim, finalmente, o EXÉRCITO NACIONAL ESTÁ RETORNANDO APÓS 53 ANOS, PARA SALVAR A POPULAÇÃO DECENTE E QUE NÃO É TELEGUIADA, DA TENTAVIVA ESPÚRIA DE COMUNIZAREM O PAÍS.

A GANG destes bolivarianos que tanto fez, roubou, zombou do povo, agora acha ruim que as pessoas de bem reajam?

Que venham as FFAA para remendar o serviço mal feito lá nos anos 60/70.

E VIVA O BRASIL VERDE E AMARELO!

Marcelo Aiquel – advogado (24/05/2017)

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Um médico chora pelo hospital agonizante

Um médico chora pelo hospital agonizante:



“Todo mundo decepcionado, todo mundo cabisbaixo, mas meu choro é reflexo de todos”, emociona-se o médico Roberto Yoshida, diretor do Hospital Regional de Sorriso, interior de Mato Grosso, na abertura do vídeo divulgado nesta terça-feira pelo site O Livre, editado em Cuiabá. Sob intervenção do governo do Estado desde junho de 2015, com mais de R$ 3 milhões a receber, a unidade hospitalar lembra um paciente terminal exaurido pelas sucessivas e inúteis tentativas de escapar da morte por indigência financeira crônica.

Tentando inutilmente conter o choro, Yoshida descreve em menos de três minutos a situação aflitiva. Trecho do desabafo: “Pensamos na necessidade de fechar a porta, até mesmo para atendimento de urgência e emergência, mas isso seria o caos total. Mas o caos já chegou. A comida está chegando ao estoque zero. Na quinta para sexta-feira, o gás da cozinha já vai terminar. Fazer chá? Vamos ver o que que vai dar, mas na sexta-feira o gás medicinal também vai acabar. Então, aqueles pacientes que estão na UTI, no respirador, pacientes do centro cirúrgico, pacientes que precisam de oxigênio na enfermaria… o que que nós vamos fazer? Se acabar o gás medicinal, vai começar a morrer gente um atrás do outro”.

As alegações da Secretaria da Saúde de Mato Grosso podem ser conferidas na reportagem de Rodrigo Vargas. São todas afogadas pelo choro do médico que tenta salvar um hospital agonizante.



Arquivado em:Saúde


Anexos originais:


ad516503a11cd5ca435acc9bb6523536?s=96&r=G
sade-pblica-brasil-54ad9db6b5c93.jpg&w=620

ACIONAR FORÇAS ARMADAS É CONSTITUCIONAL E NÃO É INTERVENÇÃO

Las protestas contra el presidente Temer paralizan el Gobierno de Brasil

1495652623_766724_1495653559_noticia_nor

Las protestas contra el presidente Temer paralizan el Gobierno de Brasil: Las protestas contra el presidente Temer paralizan el Gobierno de Brasil:

Miles de manifestantes brasileños se están enfrentando a los antidisturbios en la Esplanada de los Ministerios, sede del Gobierno en Brasilia. El grupo, formado por integrantes de distintos colectivos de izquierdas, se había desplazado hasta allí para exigir la dimisión del presidente Michel Temer, que está atravesando una grave crisis política tras la publicación, la semana pasada, de una nueva remesa de acusaciones de corrupción y obstrucción a la justicia. En la confrontación, se ha prendido fuego a la sede del ministerio de Agricultura. Las autoridades han ordenado que se desaloje el resto de ministerios.

Seguir leyendo.

Brésil : des dizaines de milliers de manifestants réclament le départ du président



Brésil : des dizaines de milliers de manifestants réclament le départ du président: Les autorités ont annoncé l’envoi de l’armée pour protéger les bâtiments publics à Brasilia.

Presidente do Senado pedirá a Temer que reconsidere convocação de tropas federais

Eunício Oliveira (Foto: Jane de Araújo/Agência Senado)

Presidente do Senado pedirá a Temer que reconsidere convocação de tropas federais:

O presidente do Congresso, Eunício Oliveira (PMDB-CE), afirmou a interlocutores que pedirá ao presidente Michel Temer para reconsiderar a decisão de convocar as Forças Armadas para reprimir as manifestações em Brasília. A convocação foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União nesta quarta-feira (24). Eunício dirá a Temer, segundo esses interlocutores, que a convocação é inadequada.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que a convocação das tropas federais havia sido solicitada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Maia, no entanto, nega ter feito tal solicitação. Divulgou um ofício encaminhado a Temer no qual solicita a presença da Força Nacional de Segurança nos arredores do Congresso – e não das Forças Armadas.

>> Temer relutou em convocar tropas federais para conter manifestações

Eunício Oliveira, presidente da Câmara (Foto: Jane de Araújo/Agência Senado)

Brazil protests: Ministerial building set on fire during clashes

_96199480_hi039684087.jpg

Brazil protests: Ministerial building set on fire during clashes:

Around 35,000 demonstrators took to the streets of the capital Brasilia angry at alleged corruption.

Michel Temer envía a las Fuerzas Armadas para contener la violencia en Brasilia



Michel Temer envía a las Fuerzas Armadas para contener la violencia en Brasilia: Lo ordenó por decreto, tras los actos de vandalismo durante una marcha de protesta en la capital brasileña. MIRA LA FOTOGALERIA HD

Anexos originais:


Manifestantes e PM entram em confronto em frente à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro

Manifestantes e PM entram em confronto em frente à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro:

A Polícia Militar usou bombas de gás para dispersar manifestantes que protestavam do lado de fora da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Houve correria, o comércio fechou as portas e o VLT ficou com sua circulação interrompida.

Leia mais:
AO VIVO: protesto das centrais sindicais reúne milhares em Brasília
Temer autoriza emprego das Forças Armadas em Brasília após quebra-quebra
Casa Civil manda encerrar expediente de ministérios após atos de vandalismo


As primeiras bombas foram lançadas pouco depois das 15h30 somente em ruas laterais da assembleia, para onde um grupo de manifestantes havia se deslocado na tentativa de entrar na Alerj. Lá, alguns mascarados depredaram um veículo oficial usado por deputados.


Cerca de 15 minutos mais tarde, PMs começaram a se deslocar em direção à Avenida Rio Branco, distante três quadras do legislativo estadual, fecharam os acessos e dispararam bombas em direção ao grupo que se concentrava também na frente da Alerj.

Pessoas que circulavam pelo Centro, mesmo distantes do protesto, correram para se abrigar em estabelecimentos comerciais, que pouco a pouco fecharam as portas.

Com as bombas, o ato em protesto contra o aumento da contribuição previdenciária dos servidores de 11% para 14% dispersou.

Leia as últimas notícias de Política

*Estadão Conteúdo

Exército coloca 1.200 soldados na Esplanada dos Ministérios após depredação e incêndios

Exército coloca 1.200 soldados na Esplanada dos Ministérios após depredação e incêndios:

brasil-militares-no-planalto-20170524-00
Imagem: Valter Campanato / Agência Brasil
Para cumprir o decreto assinado pelo presidente Michel Temer, o Exército enviará para a Esplanada dos Ministérios nesta tarde um contingente de cerca de 1 200 militares, informou à revista VEJA o Centro de Comunicação do Exército (Ceconsex). Além do Exército, homens da Marinha e da Aeronáutica já atuam na segurança do Palácio do Itamaraty e do Ministério da Defesa.
Mais informações »

Oposição invade mesa na Câmara e pede ‘fora Temer’; governistas respondem com ‘Lula na cadeia’

Oposição invade mesa na Câmara e pede ‘fora Temer’; governistas respondem com ‘Lula na cadeia’:



WhatsApp-Image-2017-05-24-at-15.26.19-76
Imagem: Marcelo de Moraes/Estadão
O plenário da Câmara se transformou em uma arquibancada, com governistas e oposição se tratando na base dos gritos de guerra. Políticos dos partidos contrários a permanência do presidente Michel Temer no cargo ocuparam a mesa pedindo o fim da sessão e gritando “fora Temer”. Congressistas favoráveis ao presidente responderam com gritos de “Lula na cadeia”.
Mais informações »


A ESPLANADA QUEIMA

A ESPLANADA QUEIMA:

A imagem impressionante dá ideia da destruição provocada pelos criminosos:



uploads%2F1495655801726-WhatsApp+Image+2


Ânimos exaltados na Câmara

Ânimos exaltados na Câmara: Os ânimos ficaram exaltados também no plenário da Câmara, que teve a sessão suspensa por alguns minutos.