"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Associação médica recomenda evitar chamar grávidas de “mães” para respeitar transsexuais

Associação médica recomenda evitar chamar grávidas de “mães” para respeitar transsexuais:



photo_2016-02-29_15-30-10-150x150.jpg


Em seu mais novo guia de comunicação, a Associação Médica Britânica recomenda que seja utilizada “linguagem inclusiva” no local de trabalho, evitando utilizar o termo “mãe expectante” para se referir a uma grávida e substituindo-o por “pessoa grávida” para respeitar transsexuais. O manual acrescenta: “A ampla maioria das pessoas que ficam grávidas ou deram à luz se identificam

O post Associação médica recomenda evitar chamar grávidas de “mães” para respeitar transsexuais apareceu primeiro em ILISP.

Um comentário:

  1. Gostem ou não, danem-se. Nunca vi transsexual, travesti, homnossexual ou qualquer ET do tipo, parindo um filho numa maternidade.

    ResponderExcluir

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.