"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

“Eu com isso?? Não quero sabê, não é problema meu !”


Joãozinho – Você viu que os policiais militares não tinham mais dinheiro nem para pegar ônibus para trabalhar no Espírito Santo??

Pedrinho - Eu com isso?? Não quero sabê, não é problema meu


Joãoziho – Você viu que tem professor com salário atrasado dando aula dentro de container no Brasil durante o verão??

Pedrinho - Eu com isso?? Não quero sabê, não é problema meu

Joãozinho – Você viu aquele médico gaúcho que escreveu contra o “Mais Médicos”, que trabalhava num hospital do PC do B e inventaram que ele agrediu uma colega para demití-lo??

Pedrinho - Eu com isso?? Não quero sabê, não é problema meu

Joãozinho – Você viu aquela pediatra que foi apresentada como bandida na imprensa porque mandou um e-mail para uma petista pedindo a ela que trocasse de médico??

Pedrinho - Eu com isso?? Não quero sabê, não é problema meu

Joãzinho – Você viu a canalhice desse médico de boutique do Sírio Libanês e da Cláudia Collucci que liquidaram com a carreira de uma médica de 31 anos de idade em São Paulo ??

Pedrinho - Eu com isso?? Não quero sabê, não é problema meu

Joãozinho – Você viu que entre aqueles caras degolados e decapitados em Alcaçuz e Manaus, tinha gente que estava lá por não pagar pensão para mulher ou roubar galinha??

Pedrinho - Eu com isso?? Não quero sabê, não é problema meu

Joãozinho – Você viu que este bandido, este marginal deixado no Governo pelos vagabundos petistas, e que se chama Michel Temer, quer colocar um verme estelionatário chamado Renan Calheiros como Ministro da Justiça ??

Pedrinho - Eu com isso?? Não quero sabê, não é problema meu

NA SEMANA SEGUINTE, NOVO ENCONTRO


Pedrinho – Rapaz ! Pelo amor de Deus, não consigo mais sair de casa aqui em Vitória e Vila Velha ! Isso aqui tá um terror! É o fim ! Ninguém faz nada !!! Alguém tem que fazer alguma coisa !!

Joãozinho – Eu com isso?? Não quero sabê, não é problema meu. Eu não moro em Vitória nem tenho parentes no Estado do Espírito Santo..Eu, hein?? Sai pra lá com esse "baixo astral", cara…

COMENTÁRIO DO ATAQUE ABERTO:

Não venham com críticas nem comentários sobre este texto...eu não sou o autor, não fui eu que escrevi ... Não quero sabê, não é problema meu...

Um comentário:

  1. ..e por falar de greve:

    ... a regra tem que VALER PARA TODOS! Inclusive para os mais úteis e não apenas para os inúteis e dispensáveis. na verdade ops mais úteis deveriam ser os melhor remunerados. Porém, a ESCRAVIDÃO é para os ÚTEIS apenas.

    - A tal de CONSTITUIÇÃO afirma que TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI.
    - Então a afirmação de de que policiais não podem ter direito de greve é uma violação a esta idiotice chamada constituição, que só serve para ser invocada em benefício de canalhas. Fora isso é DESCUMPRIDA por TODOS, ATÉ pelos PALHAÇOS do STF que tripudiam em cima das leis com grande descramente em suas "interpretações" e criações, bem como omissões e invenções.

    Esse papo de constituição e de que lei é igual para todos é um EMBUSTE dos mais cretinos. O que vale é o PODER: TUDO PELO ESTADO, TUDO PARA O ESTADO e NADA FORA DO ESTADO ...é o grande lema esclarecido.

    Aqueles menos úteis têm direito de greve que é o privilégio de ficar até mais de seis meses sem trabalhar e continuar recebendo salários e tikets diversos, mesmo não comparecendo ao trabalho.

    O Judiciário (não confundir com Justiça) esta é grev no RJ ha mais de mês. Ora um pequeno percentual vai trabalhar e ora fecham totalmente.

    Eles ganham muito mais do que os policiais e ainda assim todos os palhaços afirmam o direito do trabalhador de fazer greve e receber como se trabalhando. É o tal "direito".
    Funcionários em geral podem fazer greve para pedir aumentos salariais e regalias. DESDE QUE NÃO SEJAM ÚTEIS.

    OS MUITO ÚTEIS NÃO PODEM SE NEGAR A TRABALHAR, devem ser ESCRAVOS.

    Concordo que quem NÃO ESTA SATISFEITO, DEVE PROCURAR OUTRO EMNPREGO ou ATIVIDADE.
    ........MAS ISSO TEM QUE VALER PARA TODOS............

    Diz na constituição (prostituição) que TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI.

    São mesmo?????

    Mas o REBANHO POPULAR sobre nada reflete e apenas se agita no frenesi interesseiro.

    O mais curioso é que é um setor do governo (judasciário) que ARBITRA se uma greve é LEGAL ou ILEGAL.

    Assim, se empregadores e empregados não firmarem acordo, depois de um tempo "À LA CARTE" no mais fedorento CASUISMO, um juizeco delibera sobre se concede ou não s reivindicações. Caso discorde delas ARBITRA que a greve é ilegal e aí os vadios podem ser demitidos com gorda indenização.

    ORA POMBAS!!! ...Para quê então a greve????

    Os assalariados deveriam ir diretamente a um tribunal pleitear o aumento ambicionado e o JUIZECO arbitraria logo, sem a necessidade do desgaste de uma greve.

    MAS NÃO!!! ...TUDO DEVE SER TEATRAL para EMPULHAR os IMBECIS fenéticos.

    O tal "Direito de greve" é como alguém dizendo-se "mais fraco" reivindicar o seu "Direito" de PARTIR PARA A BRIGA CONTRA O MAIS FORTE COMPLETAMENTE IMOBILIZADO (INDEFESO). Afinal, o "MAIS FORTE" não deve ter o Direito de se defender do mais fraco que o ATACAR.

    A greve deve ser LIVRE e quem não trabalha NÃO DEVE GANHAR. Assim, seria uma luta justa. Se os grevistas fossem insubstituiveis e indispensáveis, ganhariam a JUSTA remuneração.

    Mas TUDO É TEATRO, PANTOMIMA:
    Faz-se greve sem correr RISCO ALGUM e depois de tempo indeterminado um salafrário qualquer com cargo de Juiz ARBITRA se a reivindicação procede ou não, sem importar-se com a opinião de quem PAGA a remuneração.
    Daí o "todo poderoso" libera para que não se pague dias parados OU ARBITRA o QUANTO deverá ser pago aos grevistas e IMPÕE SUA OPINIÃO sob AMEAÇA de MAL MAIOR.

    Humanos, demasiado humanos ...CUISP!!!

    ResponderExcluir

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.