"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

domingo, 5 de março de 2017

Moro defende prisões preventivas e diz que se firmeza não vier do Judiciário, não virá de outro lugar

Moro defende prisões preventivas e diz que se firmeza não vier do Judiciário, não virá de outro lugar:



morodd.jpg
Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Em artigo publicado pela revista Veja, o juiz Sérgio Moro joga por terra as críticas feitas por militantes e por parte da imprensa sobre sua condução dos casos da Lava Jato. Moro mostra que o número de prisões preventivas é baixo: apenas 7 pessoas estão presas sem terem ainda sido julgadas. As prisões alongadas também são de pessoas que já foram presas. Moro põe o dedo na ferida: "o problema não são as 79 prisões ou os atualmente sete presos sem julgamento, mas sim que se trata de presos ilustres". E mostra a necessidade de um Judiciário firme face à absurda dimensão da corrupção atual: "Se a firmeza que a dimensão dos crimes descobertos reclama não vier do Judiciário, que tem o dever de zelar pelo respeito às leis, não virá de nenhum outro lugar". 
Mais informações »


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.