"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Delação de Palocci dana Lula e joga Lava Jato sobre bancos e fundos de investimento imobiliários

Delação de Palocci dana Lula e joga Lava Jato sobre bancos e fundos de investimento imobiliários:
Pum%2Bdo%2BPalocci.jpg


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Além de ferrar definitivamente com Luiz Inácio Lula da Silva, a quase certa delação premiada de Antônio Palocci Filho tende a ser danosa para alguns setores que ainda não experimentaram os rigores da Lava Jato. O ex-ministro da Fazenda e bem-remunerado consultor empresarial pode revelar segredos sobre como funcionava e quem operava a lavagem de dinheiro com doleiros em grandes bancos daqui e de fora. Palocci também pode explicar como os grandes fundos imobiliários também serviram de esquentação da grana desviada nos negócios das empreiteiras com “estatais” – que pagavam altas propinas a políticos.

Nenhuma novidade que Palocci possa colocar na roda do inferno o sistema financeiro tupiniquim. Ninguém desvia bilhões de dólares da economia nacional e das empresas estatais, levando a grana roubada embaixo do braço, na cueca ou em malas. Doleiros só agem se passarem pelos bancos daqui e lá de fora. É isso que a Lava Jato ainda precisa apurar e revelar detalhadamente: como acontece, de verdade, o esquema que lava e esquenta dinheiro? Quem são os personagens que fazem a “viagem” de verdinhas que vão e voltam “repatriados legalmente” ou através de simulacros de “Investimentos Diretos Estrangeiros”.

Outro ponto que merece uma apuração com lupa é como e de onde surgiu tanto dinheiro para irrigar Fundos de Investimentos Imobiliários. É fácil suspeitar que muito recurso ilícito foi usado para bancar obras. Nas grandes cidades, vários terrenos são incorporados da noite para o dia, prédios comerciais e residenciais (principalmente de alto padrão) são erguidos rapidamente, sem que haja demanda efetiva. A oferta de imóveis aumenta sem explicação lógica.

O fato grave é que os bancos – principalmente a Caixa - financiam esta farra que alimenta uma vergonhosa especulação imobiliária, nos últimos dez anos. O preço do metro quadrado atinge valores irreais. Temos uma bolha imobiliária? Em teoria sim, mas na prática, não. Muita grana roubada lá fora retornará, em breve, para ser esquentada, na aquisição, a qualquer preço, de preferência bem alto, dos imóveis construídos em excesso. Quem se ferra é o brasileiro honesto que não consegue recursos, facilmente, para adquirir a casa própria.

São tantas frentes ainda a serem investigadas que seria necessário criar dezenas de “forças tarefas” do Ministério Público Federal, junto com Receita Federal, Polícia Federal, COAF e outros aparelhos de repressão policial-fiscal. Seria fundamental uma outra varredura, com ultra-lupa, dos acordos fechados via Lei de Repatriação. Sabe-se que muitos parentes de políticos conseguiram, pela via judicial, permissão para aderir ao sistema. A grana deles, provavelmente não-declarada por ser fruto de corrupção, retornou esquentadinha para “investimentos” em Bruzundanga.

O mais irônico é que o dinheiro roubado em reais foi levado para fora, virando dólar, euro ou franco suíço. A bandidagem ainda lucrou com a variação cambial. Por isso tem canalha torcendo para que o irreal Real sofra sucessivas desvalorizações. Quanto pior, melhor para eles, na hora em que começar, de verdade, o programa de privatizações, concessões, parcerias-público-privadas e outros excelentes negócios que o governo Michel Temer promoverá, a preço de banana.

Os grandes ladrões estão com a vida ganha para várias gerações futuras, enquanto a maioria do povo brasileiro sobrevive, como pode, à maior recessão da História. Eis o esquema do crime perfeito e compensador na Pátria da Corrupção Institucionalizada e Sistêmica. O único azar da bandidagem é que a maioria da população está de saco totalmente cheio, e pode reagir, violentamente, contra os lixos da politicagem e seus malditos herdeiros.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Abril de 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.