"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

sexta-feira, 21 de abril de 2017

POLÍBIO BRAGA - Dilma quis estado de defesa para conter povo na rua, diz comandante do Exército


Dilma quis estado de defesa para conter povo na rua, diz comandante do Exército:

O estado de defesa é previsto no artigo 136 da Constituição e suspende algumas garantias individuais do cidadão. A medida pode ser decretada "para preservar ou prontamente restabelecer, em locais restritos e determinados, a ordem pública ou a paz social ameaçadas por grave e iminente instabilidade institucional". 


O general Villas Boas, comandante do Exército, confirmou hoje as informações que as informações que foram recorrentes durante a fase final do impeachment de Dilma, segundo a qual foi sondado por políticos de esquerda sobre a decretação de estado de defesa.

O Exército repeliu a ofensiva.

A idéia era conter o impeachment.

O estado de defesa nas mãos do PT conduziria à ditadura.

A sondagem, segundo o general, foi feita junto aos assessores parlamentares mantidos pelas Forças Armadas no Congresso.

Dilma e o PT queriam usar o Exército contra os manifestantes da venida Paulista, tal como faz Maduro na Venezuela.

Postado por Polibio Braga 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.