"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Dr. Stockmann faz Teatrinho e seus colegas supostamente "se irritam" porque foram impedidos de soltar Palocci


O militante do MST disfarçado de Juiz e colocado no STF por uma bandida como Dilma Rousseff parece ter feito uma daquelas "oficinas de atores" da Globo e agora está levando seu papel de juiz "a sério demais" - Ele "irritou" o resto dos seus colegas picaretas da "Segunda Turma" e parece ter atrapalhado o plano de soltar o Palocci com a decisão de levar a chinelagem toda para o "Plenário".  Veja na matéria abaixo o teatrinho da briga provocada pelo "Dr.Stockmann do STF" 

Decisão de Fachin sobre Palocci irrita segunda turma e Supremo se divide em possível soltura: Conforme conta a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, integrantes e assessores da corte disseram que o magistrado deu provas de que não tem "calosidade" para ocupar a posição em que está...

O recurso sobre o pedido de habeas corpus do ex-ministro Antonio Palocci será tomada pelos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), por decisão do relator da Lava Jato na Corte, ministro Edson Fachin.

De acordo com informações da Folha de S. Paulo, com isso, ele evitou que a votação ocorresse na Segunda Turma, da qual faz parte.

Nos últimos dias, o grupo determinou a soltura de presos pela força-tarefa, a exemplo do ex-ministro José Dirceu.

No entanto, a decisão irritou a maioria absoluta dos membros da Segunda Turma que, além de Fachin, conta com Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e Celso de Mello.

Para eles, de acordo com a coluna Painel, o relator deu provas de que não tem “calosidade” para ocupar a posição.

A defesa dos reús da Lava Jato também ajudou a acirrar os ânimos, dizendo que Fachin descredibilizou a Segunda Turma.

O gesto do relator de levar o caso ao plenário contou com o apoio de presidente do Supremo, Cármen Lúcia, o que também foi motivo de ironia por parte dos demais ministros.

O julgamento do habeas corpus de Palocci não tem previsão para ocorrer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.