"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Janot poderá divulgar gravações durante julgamento de chapa no TSE, diz defesa de Temer

Janot poderá divulgar gravações durante julgamento de chapa no TSE, diz defesa de Temer:

Janot poderá divulgar gravações durante julgamento de chapa no TSE, diz defesa de Temer
A defesa do presidente Michel Temer acredita que a Procuradoria Geral da República pode estar guardando gravações relacionadas à delação da JBS para divulgar durante o julgamento da chapa Dilma-Temer, que será retomado na terça-feira (5) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Conforme o jornal O Globo , o advogado do peemedebista, Gustavo Guedes, afirmou que pode existir um "armazenamento tático" de novas informações contra o presidente.

— Espero muito que o Ministério Público não tenha um comportamento político e não interfira no julgamento do TSE. Qualquer interferência indevida não é correta, ainda mais se feita pelo Ministério Público, que é o fiscal da lei — disse Guedes ao jornal.

Leia mais
Como será o julgamento da chapa Dilma-Temer a partir de terça-feira
TSE retoma julgamento da chapa Dilma-Temer em meio a estratégias
Ministros do PSDB dizem a Temer que o partido permanece na base


A declaração do advogado faz parte da estratégia do Planalto para pressionar o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra possíveis ações do Ministério Público Federal (MPF) na semana em que o TSE define o futuro do governo.

Há também o temor de que Janot apresente denúncia formal contra Temer ao Supremo Tribunal Federal (STF) antes que o presidente responda às questões do MPF. No entanto, conforme procuradores ouvidos pelo Globo, a hipótese está descartada. O peemedebista é investigado em inquérito por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução da Justiça.

Pressionado pelas relevações da delação da JBS , o governo avalia que houve uma queda da temperatura política nos últimos dias. Conforme o jornal, ministros e aliados de Temer apostam na absolvição do peemedebista por quatro votos a três no TSE.

Com isso, advogados do presidente e interlocutores trabalham para que o julgamento da chapa Dilma-Temer aconteça de forma mais célere, ao contrário da estratégia anterior, que contava com um pedido de vista para postergar a decisão. A expectativa do Planalto é de que o julgamento possa ser encerrado em até dois dias, no melhor cenário.

O julgamento 

A ação proposta pelo PSDB contra a chapa Dilma Rousseff — Michel Temer por suposto abuso de poder econômico na eleição presidencial de 2014 pode ter seu último capítulo a partir de terça-feira (6). O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai retomar o julgamento, interrompido em 4 de abril. Saiba o que está previsto e como acompanhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.