"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Luta de psicólogos contra psiquiatras – Uma interpretação - Texto de Fábio Pinheiro ( psiquiatra) .


Nada contra psicólogos sérios e honestos. 
Acho que o que está acontecendo com os psicólogos é o mesmo que está acontecendo com os médicos. 
As entidades que deviam nos representar são mal e porcamente eleitas , dando espaço para pessoas que praticam a estratégia de" dividir para governar " , homens contra mulheres, gays contra heteros , negros contra bancos, nordestinos contra elite branca de olhos azuis, ricos contra pobres , carnívoros contra vegetarianos etc...
Psicólogos contra médicos. 
Estes caras são políticos profissionais, fanáticos até e se infiltram em tudo para fazer estas divisões e outras estratégias que sempre usam .
O resultado é que ao invés de trabalharem pela expansão da psicologia , pela sofisticação da psicologia e pela aproximação dos psicólogos pela legião de pessoas que precisam deles..
Defender " causas " como " luta antimanicomial " ( nem tem mais manicômios) , proibir a venda de material da Casa do Psicólogo para médicos ou enfiar vocês em CAPS para brigar com os medicos , está acabando com vocês. 
Vc viu a turma do Cons Reg Psicologia com um cachimbo gigante de crack , defendendo a Cracolandia e opondo-se aos psiquiatras que advogam a hospitalização ?
Tirem estes caras de lá e coloquem pessoas que estão preocupadas com o desenvolvimento da psicologia e não com socialismo. 
Os médicos têm que fazer a mesma coisa.
Por exemplo ao invés de feminismo , os psicólogos deveriam divulgar os " Gender Groups" o Luiz Cushnir fez fortuna com isso e a população nem sabe o que é. 
Ao invés de Paulo Freire , divulgar tratamentos para dificuldades de aprendizado ( minha ex mulher também fez fortuna com isto ).
Divulgar Vocacional também .
Ao invés de defender a maconha , levar ao conhecimento das inúmeras técnicas " anti-stress" que a psicologia criou .
Ao invés de defender Doulas , e combater a " violência obstetrica "mostrar a enorme diferença que há entre uma parturiente que fez preparo psicológico no pré natal, da que não fez ....

Ao invés de deixar que charlatães tomem conta da população com " sede de Deus" promover o magnífico trabalho de Jung.
Ao invés de combater a Ritalina , fazer psicoterapia de pais , visando resolver conflitos e orientar na educação.
Sabe por que tudo isso tá caindo no esquecimento?
Porque dá lucro , porque instrui a população , enfim porque é contra a agenda socialista .
.....................................................................

Eu Marcelo Caixeta, digo : Achei as colocações muito pertinentes, brilhantes. Tentaria complementá-las com um adendo : se o socialismo estraga, de fato, a psicologia ( tese que compartilho ) acho que , a seu turno, uma “certa psicologia” também alimenta o socialismo, pois se põe contra o homem ( sexo masculino : “psiquiatras truculentos, segregadores” ), o empresário ( “médicos da máfia da saúde”, “donos de manicômio” ), contra a iniciativa privada ( “contra hospitais”), e a favor da Estatização/Governo ( menos médicos/menos hospitais = mais Caps= mais empregos psicológicos; ou seja, Caps não é uma “furada” para a psicologia, como Fábio citou acima ).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.