"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

terça-feira, 18 de julho de 2017

ASSOCIAÇÃO MÉDICA DO RIO GRANDE DO SUL RESPONDE AO MINISTRO DA SAÚDE


NOTA DA ASSOCIAÇÃO MÉDICA DO RIO GRANDE DO SUL

A Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), ao longo de sua história associativista, tem pautado seu trabalho em prol do conhecimento científico. Seus associados se destacam em um exercício medico sério e altamente competente. Assim sendo, a AMRIGS sente-se autorizada e responsável em refutar com veemência as declarações do ministro da Saúde em relação aos médicos brasileiros. É uma declaração com visão parcial e superficial que se generaliza para toda uma classe. Responsabilizar os médicos pelos graves problemas da saúde em nosso país é uma visão reducionista e preconceituosa, que só estimula o conflito. As dificuldades na saúde pública são amplas e complexas, passando pela ausência ou pelo mau planejamento, tornando-se uma gestão inadequada, segundo especialistas. É necessário que haja respeito e consideração para que se obtenha o bem comum. Desejamos e esperamos uma reflexão do ministro, e que se permita uma atitude reparatória e conciliatória com os médicos por meio de suas entidades representativas.

Jair Rodrigues Escobar – Vice-presidente

Um comentário:

  1. Meu Caro Dr.Milton: Parece que o Sindicato Médico do RS está a "quilômetros-luz"de distância da coragem e clareza sempre presente nos escritos de Vossa Senhoria. Esse "protesto" da entidade dirigido ao Ministro da Saúde mais parece uma sessão de carícias,ou seja,feito numa linguagem "bunda-mole".

    ResponderExcluir

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.