"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

VÍDEO - Membros da Organização Criminosa que controla o Brasil recebendo Dinheiro de PROPINA



PROPINODUTO DO SILVAL

Globo mostra 2 prefeitos, deputado federal, estadual e mais 2 recebendo dinheiro no Paiaguás
Gravações de Sílvio Correa foram entregues ao Supremo Tribunal Federal

Da Redação


O Jornal Nacional divulgou nesta quinta-feira imagens de cinco ex-deputados estaduais recebendo dinheiro que seria oriundo de propina. As gravações foram feitas pelo seu ex-chefe de gabinete Sílvio César Correia Araújo, em sua sala no Palácio Paiaguas.

Foram gravados recebendo dinheiro o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), a atual prefeita de Juara, Luciane Bezerra (PSB), o deputado federal Ezequiel Fonseca (PP), o deputado estadual José Domingos Fraga (PSD) e os ex-deputados Hermínio Barreto (PR) e Alexandre César (PT).

Autor das imagens, Sílvio Correa entrega valores em espécie. Eram “maços” de dinheiro entregues aos ex-parlamentares.

O prefeito de Cuiabá “encheu” o paletó do terno que usava de dinheiro. Ele chegou a deixar cair uma grande quantidade no chão. Depois se ajoelhou para pegar.

Na sequência, aparecem Ezequiel Fonseca com Zé Domingos do outro lado da mesa. O social democrata é quem aparece contando dinheiro e repassando ao atual deputado federal. O dinheiro é colocado numa caixa de papelão.

A terceira cena mostra Hermínio Barreto colocando dinheiro numa pasta. Luciane aloca sua parte numa bolsa e Alexandre César numa mochila.

As gravações foram entregues pelo ex-governador à Procuradoria Geral da República em acordo de delação premiada, já homologada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal. Elas subsidiaram os depoimentos de Silval aos procuradores.

MAGGI

A reportagem mostrou ainda trecho da delação em que Silval Barbosa confirma aos procuradores que o ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP) pagou R$ 3 milhões para que o ex-secretário de Fazenda, Eder Moraes, se retratasse de depoimento prestado ao Ministério Público Estadual.

“Que nessa conversa o declarante foi a Blairo Maggi com um pedido feito por Eder Moraes de R$ 6 milhões para se retratar, tendo Blairo Maggi concordado em efetuar o pagamento de R$ 3 milhões para que Eder Moraes se retratasse e mudar as declarações que implicavam o declarante e Blairo Maggi”, disse o ex-governador.

OUTRO LADO

O prefeito de de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, disse que não fez nada ilícito e vai comprovar na Justiça. Já o deputado estadual Oscar Bezerra (PSB), marido de Luciane Bezerra, recebeu o dinheiro para quitar dívidas de campanha eleitoral.

A defesa de Sìlvio Correa informou que não comenta a delação, que ainda está sob sigilo. Os demais envolvidos na delação do ex-governador não foram localizados para se pronunciarem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.