"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

terça-feira, 12 de setembro de 2017

PALÁCIO DO PLANALTO - NOTA OFICIAL À IMPRENSA


Nota à imprensa
por Portal Planalto — publicado 

12/09/2017 11h10, última modificação
12/09/2017 11h11

O Estado Democrático de Direito existe para preservar a integridade do cidadão, para coibir a barbárie da punição sem provas e para evitar toda forma de injustiça. Nas últimas semanas, o Brasil vem assistindo exatamente o contrário.

Garantias individuais estão sendo violentadas, diuturnamente, sem que haja a mínima reação. Chega-se ao ponto de se tentar condenar pessoas sem sequer ouvi-las. Portanto, sem se concluir investigação, sem se apurar a verdade, sem verificar a existência de provas reais. E, quando há testemunhos, ignora-se toda a coerência de fatos e das histórias narradas por criminosos renitentes e persistentes. Facínoras roubam do país a verdade. Bandidos constroem versões “por ouvir dizer” a lhes assegurar a impunidade ou alcançar um perdão, mesmo que parcial, por seus inúmeros crimes. Reputações são destroçadas em conversas embebidas em ações clandestinas.

Muda-se o passado sob a força de falsos testemunhos. Vazamentos apresentam conclusões que transformam em crimes ações que foram respaldas em lei: o sistema de contribuição empresarial a campanhas políticas era perfeitamente legal, fiscalizado e sob instrumentos de controle da Justiça Eleitoral. Desvios devem ser condenados, mas não se podem criminalizar aquelas ações corretas protegidas pelas garantias constitucionais.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República

3 comentários:

  1. A nota está incompleta, principalmente o tenho destacado, que deveria ser...
    Facínoras roubam do País a verdade, enquanto políticos roubam o resto. Bandidos constroem versões por ouvir dizer", enquanto políticos combinam versões na calada da noite.

    ResponderExcluir
  2. Excluir comentário de: Ataque Aberto

    Blogger About Love and Relationships disse...
    O fio da verdade deveria partir do bom senso, há muito perdido na lama política brasileira. E pensar que a Justiça em países mais desenvolvidos dispensa todas as provas materiais, tão técnicas, se o bom senso dos jurados já os conduzem a um veredito.

    ResponderExcluir

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.