"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

sábado, 7 de outubro de 2017

ESTÁ EXPLICADA A DEFESA DA PEDOFILIA PELA CLASSE ARTÍSTICA



Texto Anterior | Índice

São Paulo, sábado, 1 de agosto de 1998

Lavigne perdeu virgindade aos 13 com Caetano

RUI DANTAS 


enviado especial ao Rio


A atriz e produtora Paula Lavigne, 29, confirmou à Folhadeclarações dadas à revista "Playboy" que chega às bancas este mês, nas quais diz ter mantido suas primeiras relações sexuais com o compositor Caetano Veloso, seu atual marido, aos 13 anos.
Na entrevista, Paula afirma ter perdido a virgindade na festa de aniversário de 40 anos de Veloso.
Ela revelou ainda que, quando garota, costumava levantar sua própria saia, com a ajuda da irmã, e cobrar para permitir que os meninos olhassem.
A produtora se disse irritada com a revista, que teria "vazado" parte de suas declarações à imprensa antes da publicação.
"Fica muito estranho destacar aquelas declarações de um contexto de 20 perguntas. Se você perguntar se eu falei, eu falei. É tudo verdade", afirmou. "Da forma como foi colocado, dormi produtora e acordei cafetina."
Paula, no entanto, revelou que não pretende tomar nenhuma medida judicial contra a revista. Disse que gostaria, se pudesse, de se autopunir pelas declarações dadas.
"Eu me arrependi de falar. Não falo mais, em entrevistas, de minhas intimidades. Se eu pudesse, eu me processaria", disse.
A atriz afirmou ainda que exigiu que Veloso retirasse parágrafos inteiros do livro "Verdade Tropical", que continham informações sobre a intimidade do casal. A obra, escrita por Veloso, é autobiográfica. 

REACONARIA.ORG 

Defensores da exposição de nudez a crianças, artistas não se pronunciam contra pedofilia

No último mês, dois casos polêmicos de exposição de nudez em museus envolvendo crianças despertaram a revolta da população do país. No primeiro, o caso do Queermuseu, o curador prometia liberar uma vestimenta em que, de olhos vendados, os visitantes poderiam tocar partes do corpo de outra pessoa – a exposição era aberta a crianças e foi visitada por crianças. O segundo ocorreu no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) e ganhou repercussão pela divulgação de um vídeo em que uma criança era levada por sua mãe a tocar um homem nu – o fato era corriqueiro na obra do artista, como atestam outras fotos que circularam pela rede.
Diante disso, artistas resolveram reagir ao povo. Paula Lavigne, cuja profissão é cuidar da carreira de seu ex-marido Caetano Veloso, além do próprio compositor e do apresentador Fábio Porchat começaram uma campanha contra políticos que se uniram ao povo para combater a exposição de nudez e toques íntimos a crianças. Eles prometem processar todos que os criticarem.
O curioso é que, passado todo esse tempo, nenhum dos defensores da exposição respondeu uma pergunta básica que inquieta a todos: O que eles pensam da pedofilia?
Os expositores criticados, os curadores das mostras, os diretores de museus e todos os políticos de esquerda que defendem este tipo de exposição não deram sequer uma declaração pública enfatizando que são contra a pedofilia e que jamais aprovariam qualquer ação que promovesse tal prática.

Um comentário:

  1. É POR ISTO QUE ELES ADORAM PEDOFILIA NÉ,UM MARIDO VIADAO,UM FILHO VIADINHO E OS OUTROS DOIS SEI NAO,ENTAO ELA PODE IR LA NAO ESPOSIÇAO E PAGAR UM BOQUETE AO VIVONO ATOR PRA PLATEIA TODA VER NÉ.

    ResponderExcluir

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.