"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

sábado, 10 de fevereiro de 2018

ANTAGONISTA - “O STF deixou de existir. É uma reunião de diletantes bancada com dinheiro público”


É...parece que "caiu a ficha" do @o_antagonista . Falta agora cair a "ficha" do pessoal da Av.Paulista, dos "liberalóides", do PARTIDO NOVO, do Rodrigo Constantino e de toda gente que acha que, apesar disso, ainda é possível resolver as coisas "dentro da Lei" no Brasil.

“O STF deixou de existir. É uma reunião de diletantes bancada com dinheiro público”:

Depois da decisão de Edson Fachin de enviar o mérito do HC de Lula ao plenário do STF, juízes e juristas concluíram ontem, em conversas que avançaram noite adentro, que o STF não é mais um tribunal.

No caso da prisão por decisão de segunda instância, ministros como Ricardo Lewandowski e agora o próprio Fachin não respeitam a jurisprudência do STF firmada em regime de repercussão geral.

No julgamento sobre a prerrogativa de foro, que ainda não acabou, Luís Roberto Barroso está aplicando a jurisprudência que não existe – exatamente porque o julgamento não acabou.

A conclusão geral de juízes e juristas é que “o STF, como tribunal, deixou de existir. É uma cara reunião de diletantes sustentada com muito dinheiro público. Em toda a sua centenária história, o STF ainda não havia sido, como agora, depredado pelos seus próprios ministros”.

The post “O STF deixou de existir. É uma reunião de diletantes bancada com dinheiro público” appeared first on O Antagonista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.