"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

sexta-feira, 6 de julho de 2018

06 de Julho de 1971: Morre o músico norte - americano Louis Armstrong

06 de Julho de 1971: Morre o músico norte - americano Louis Armstrong:

Trompetista e cantor negro norte-americano, de origem humilde, Daniel Louis Armstrong nasceu a 4 de Agosto de 1901, em Nova Orleães, Luisiana, nos EUA. Enquanto jovem aprendeu a tocar vários instrumentos de sopro, mas foi no trompete que mais se destacou.
Em grande medida a ele se deve a transição de um estilo de jazz de índole mais folk, para uma forma de arte que destacava a improvisação e a criatividade do solista. Ficaram famosas as suas improvisações de sons vocálicos sem sentido, conhecidas por scatting.
Já com um percurso musical distribuído por várias bandas, juntou-se, em 1922, à Oliver's Creole Jazz Band, em Chicago, na altura o centro do jazz norte-americano, tendo aí permanecido até 1924. Neste ano mudou-se para Nova Iorque, onde tocou na banda de Fletcher Henderson, considerada a melhor banda jazz do seu tempo. A sua actividade musical, crescente em solicitações e em reconhecimento pelo seu talento, incluiu algumas gravações com cantores de blues, tais como Bessie Smith, Clara Smith e Ma Rainey.
Em 1925 regressou a Chicago e fundou a sua própria banda, os Louis Armstrong And His Hot Five, aos quais se sucederiam os Hot Seven. Nos dois anos seguintes granjeou o sucesso que fez dele um dos melhores trompetistas de todos os tempos e um cantor de eleição. Neste período destacaram-se temas como "Cornet Chop Suey", "Heebies Jeebies", "Potato Head Blues" e "Struttin' With Some Barbecue". Em 1928 formou os "Savoy Ballroom Five", nos quais fez dupla com o pianista Earl Hines. São deste período temas como "West End Blues", "Weather Bird", "St. James Infirmary" e "Basin Street Blues".
Os anos 30 constituíram o período de ouro de Armstrong, tendo liderado várias bandas e gravado temas populares da altura, tal como "I Can't Give You Anything But Love", "Ain't Misbehavin", "Tiger Rag", "I've Got A Heart Full Of Rhythm" e "Wild Man Blues".
A década de 40 viu a sua popularidade diminuir. Fundou o sexteto All Stars, com o qual tocou em palcos de todo o Mundo. Esta banda notabilizou-se pela postura humorística que tinha em palco.
Nos anos 50 e 60 destacaram-se temas como "Mack The Knife" (1955), "Hello Dolly" (1964) e "What A Wonderful World" (1967), entre outros.
Nos últimos anos da sua vida, o seu nome era conhecido em todo o mundo, não só pelas qualidades de trompetista, mas também por ser um cantor e um artista de entretenimento de eleição.

Trabalhou ainda no cinema, tendo participado nos filmes Cabin In The Sky (1943), Jam Session (1944), High Society (1956) e The Five Pennies (1959).
Em 1954, editou a sua autobiografia, Satchmo, My Life In New Orleans (1954).
Morreu a 6 de Julho de 1971, em Nova Iorque.

A título póstumo, algumas das suas lendárias atuações ao vivo foram lançadas em disco. Além dessas edições, uma nota para as dezenas de compilações da sua obra. Nesse formato, destaque para The Complete Hot Five and Hot Seven Recordings, editada pela Columbia em 2000. Esta edição foi repetida, dois anos mais tarde, numa caixa especial.

Fontes: Infopedia

wikipedia (imagem)


Louis Armstrong restored (color version

Louis Armstrong em 1953



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.