"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

sexta-feira, 17 de março de 2017

SOBRE A URGÊNCIA DAS "REFORMAS"


Muita gente me pergunta o que acho sobre "Reforma Previdenciária", "Tributária", "Trabalhista" ou "Política" e da necessidade, da URGÊNCIA, destas medidas para "salvação" do Brasil NESTE MOMENTO.

Respondo com analogias:

1. Você precisa DESESPERADAMENTE colocar seus pais num lar para idosos, numa casa geriátrica (só que a única disponível é administrada pela Suzane Von Richthofen)


2. Você precisa DESESPERADAMENTE colocar seu filho numa escola pública (só que a única que existe tem como Diretor o Jean Wyllys e a "prof" é a Maria do Rosário)


3. Você precisa DESESPERADAMENTE de um médico (só que o único que existe é um cubano do Mais Médicos indicado diretamente por Dilma Rousseff)


4. Você precisa DESESPERADAMENTE de um advogado (só que o único disponível em todo país é o Dias Toffoli)


5. Você precisa DESESPERADAMENTE construir sua casa (só que apenas a empresa que fez a Ciclovia Tim Maia está disponível)


SE você acha que estas 3 situações são "desesperadoras", COMO, pergunto eu, você pode achar que entregar as Reformas que citei lá no início a ESTE CONGRESSO Nacional de MARGINAIS não é algo DESESPERADOR ??? Você NÃO consegue ver que NÃO faz sentido NENHUM pensar em "Reformas" agora?? As pessoas que estão lá decidindo precisam ir para CADEIA - só depois o Brasil pode se dar ao luxo de pensar em "Reformas".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.