"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

domingo, 9 de julho de 2017

QUADRÚPEDE PETISTA Dilma Rousseff: "sem dinheiro não há corrupção"

A descoberta de Dilma: sem dinheiro não há corrupção:

Depois de ensinar ao Brasil o que é uma casa e uma ponte, revelar que atrás de toda criança existe um cachorro, inaugurar a figura da mulher sapiens e saudar a mandioca  (“uma das maiores conquistas do Brasil”), Dilma Rousseff anunciou em Porto Alegre sua mais recente descoberta histórica. Durante uma apresentação na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, a ex-presidente explicou em dilmês castiço que sem dinheiro não há corrupção. O que deveria ter sido uma aula inaugural acabou se transformando em mais prova da inexistência de raciocínio lógico em cabeças habitadas por um neurônio solitário.



O que qui é qui leva à corrupção? Leva à corrupção várias coisas, mas sem sombra de dúvida uma delas é dinheiro. Sem sombra de dúvida, o qui as pessoas querem é dinheiro. I é esse processo nós temo de discutir como é qui ele se dá, porque senão fica uma coisa um tanto o quanto subjetiva e fundamentalista. Querem dinheiro. Daonde vem o dinheiro? O dinheiro vem de quem ganha dinheiro. Por que qui é… que era uma coisa que me intrigava… o que qui é que querem… que quer… financiamento escondido? O que levá a… a… a… a um grupo político falar não, eu não quero dinheiro contabilizado. Duas coisas: ou ele vai embolsá ou quem tá dando não qué declará. Porque não tem três coisas. Pode ter até uma terceira coisa que eu não sei. Mas é o que eu suponho.

Arquivado em:Política


ad516503a11cd5ca435acc9bb6523536?s=96&r=G


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.